Jogador destro tem 21 anos e já passou pelo futebol paulista, na Ferroviária. Empresário pediu liberação

Em preparação para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro, o Paraná Clube corre o risco de perder uma das peças de seu elenco. O lateral direito Paulo Henrique interessa a grandes times do futebol paulista: Santos e Palmeiras .

"Ainda não recebemos nada de oficial, a única coisa que aconteceu foi o empresário dele pedir a liberação sem falar o interessado, mas sempre acabamos sabendo quem quer. Os interessados são o Santos e o Palmeiras", comentou o vice-presidente de futebol do Paraná Clube, Paulo César Silva, em entrevista por telefone.

Aos 21 anos, Paulo Henrique está no Paraná Clube desde julho do ano passado. O lateral direito já tem experiência no futebol paulista, já que defendeu a Ferroviária de Araraquara. Seu contrato com o tricolor de Curitiba é válido até julho de 2013. No Paraná, Paulo Henrique é elogiado pela força no apoio ao ataque. Em contrapartida, ainda necessita de um processo de amadurecimento para atuar em uma agremiação de grande expressão do futebol brasileiro.

O interesse do Palmeiras em Paulo Henrique parece agradar a diretoria do Paraná Clube. Paulo César Silva assegura que o clube de Curitiba carrega uma relação sadia com o Verdão, portanto não colocaria obstáculos no negócio.

"Eu sou amigo do Felipão, o Palmeiras pode nos procurar diretamente, não tem problema nenhum, eles já nos procuraram quando quiseram o Kelvin (meia), mas o atleta já estava vendido para o Porto, de Portugal. Se for o caso, também podemos incluir alguns atletas deles na negociação", avisou o vice de futebol do Paraná.

Nesta quarta-feira, o próprio Felipão anunciou que o Palmeiras iria anunciar uma contratação para a lateral direita, provavelmente até o fim desta semana. O técnico alviverde comentou que seria um reforço jovem, sem grande expressão, com características semelhantes ao atual dono da posição no Verdão: Cicinho (ex-Santo André e Oeste de Itápolis).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.