Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Paraná acerta venda de Kelvin para o Porto

Atacante de 17 anos ficará no clube de Curitiba até junho. Ele buscava na Justiça liberação da equipe paranaense

Paulo Passos, iG São Paulo |

Na mesma semana em que repatriou Kerlon, o Paraná acertou nesta quarta-feira a venda do atacante Kelvin para o Porto, de Portugal. O jogador permanecerá no clube de Curitiba até junho, quando completa 18 anos. A direção da equipe espera que ele ainda jogue o Campeonato Paranaense. O Paraná receberá cerca de R$ 4,7 milhões mais o direito a 10% sobre uma futura venda do atleta.

Apontado como principal promessa das categorias de base do Paraná, Kelvin não apareceu na apresentação do clube em 2011. Ele alegava que gostaria de deixar a equipe e, para isso, pretendia pagar a multa de aproximadamente RS 5 milhões, prevista no contrato.

Gazeta Press
Atacante de 17 anos (à esquerda) jogou 12 partidas com a camisa do Paraná
Na última terça-feira, Kelvin obteve 5ª Vara do Tribunal Regional do Trabalho do Paraná ganho de causa na ação que move contra o Paraná. Com a decisão, ele poderia assinar contrato com qualquer outra equipe do Brasil, desde que depositasse em juízo o valor da multa rescisória.

Mesmo com a decisão, os representantes do jogador decidiram entrar em acordo com o clube paranaense. “Ele ficará até junho e o Paraná será ressarcido pela venda dele. O acordo foi o melhor para todos”, afirmou o advogado Pedro Alfonsin, que trabalhou para o clube no caso. O presidente do Paraná, Aquilino Romani, nem confirmou nem negou a informação. “Só vou me pronunciar quando estiver tudo assinado”, disse.

Kelvin jogou apenas 12 partidas com a camisa do Paraná e marcou 2 gols. Ele passou a ser usado apenas nas rodadas finais do Campeonato Brasileiro da série B, quando o clube ainda lutava para não cair. Com o atacante em campo, o time garantiu a permanência na segunda divisão.

A expectativa é de que Kelvin volte a treinar com o elenco principal na próxima semana. O clube já planeja promover seu retorno no clássico contra o Atlético, dia 6 de fevereiro, quando o meio-campista Kerlon, contratado nesta semana, também deverá fazer sua estreia.

Palmeiras queria

Alguns clubes brasileiros tentaram a contratação de Kelvin. O técnico do Palmeiras, Luiz Felipe Scolari, chegou a admitir que observava o jogador. “Esse atleta tem a possibilidade de atuar no Brasil por mais uns dois anos antes de ir para um outro grande clube”, disse o treinador há duas semanas. Com a disputa na justiça entre Paraná e Kelvin, o clube paulista desistiu do negócio.

* Colaborou Altair Santos, iG Curitiba

Leia tudo sobre: ParanáPortoPortugalKelvinCampeonato Paranaense 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG