Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Para Thiago Neves, Fla sentiu falta dele e de Ronaldinho Gaúcho

Sem eles, time tropeçou pela primeira vez num confronto com um clube considerado pequeno nesta temporada

Thales Soares, iG Rio de Janeiro |

Contra a Cabofriense, domingo passado, o Flamengo disputou o seu primeiro jogo sem Thiago Neves e Ronaldinho Gaúcho desde o dia 2 de fevereiro, na vitória por 1 a 0 sobre o Nova Iguaçu. O resultado foi um empate em 0 a 0, que colocou em dúvida a qualidade do elenco na ausência dos dois jogadores. O time, até então, não havia tropeçado nos confrontos com os clubes considerados pequenos. Apenas havia empatado dois clássicos.

Thiago e Ronaldinho estavam suspensos por terem levado o terceiro cartão amarelo no clássico com o Fluminense. Agora, eles voltam ao time, domingo, contra o Madureira, às 16h, em Macaé, pela quinta rodada da Taça Rio. A expectativa é por uma vitória, mas também existe a preocupação em defender o grupo das críticas.

“Negueba, Diego Maurício e Bottinelli estavam acostumados a jogar 15 ou 20 minutos. Começar uma partida é diferente. Acho que o time sentiu um pouco, mas temos um elenco forte para quando outros jogadores ficarem fora. Se a vitória tivesse acontecido, seria outra coisa”, comentou Thiago Neves, que disputou 12 jogos seguidos antes de ser suspenso.

Contra o Madureira, o time não terá Renato e Willians, suspensos pelo terceiro cartão amarelo. Guardadas as devidas proporções, será mais uma prova para o elenco formado pelo técnico Vanderlei Luxemburgo nessa temporada, pois são dois jogadores considerados titulares absolutos.

“O Renato vem nos ajudando com gols e jogadas importantes. O Willians é o nosso pitbull. Vamos sentir falta, mas temos o Fernando treinando bem, o Muralha, que é um garoto dos juniores, Marquinhos, Negueba, vários jogadores que podem entrar e fazer bem o que os dois estavam fazendo”, explicou Thiago.
 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG