Tamanho do texto

Time precisa vencer e torcer por um empate ou uma derrota do Boavista contra o rival de São Januário

O controle remoto dos torcedores do Fluminense não terá descanso neste sábado, na última rodada da fase de grupos da Taça Guanabara . Após tropeços no início da temporada, quando ficou três rodadas sem vencer, o time comandado pelo técnico Abel Braga chega para a partida decisiva sem depender das próprias forças para avançar às semifinais do estadual.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Por isso, além de vencer o Bangu, às 19h, em São Januário, o tricolor, terceiro colocado com 10 pontos, precisa torcer por um tropeço do Boavista, vice-líder com 11, que encara o Vasco no mesmo horário, no Engenhão. O time cruz-maltino não pode mais ser alcançado na liderança do grupo B, com 18 pontos ganhos.

TEMPO REAL: Acompanhe todos os jogos da rodada, lance a lance, no iG

Os jogadores do Fluminense admitem que depender de um rival incomoda, mas pedem que o time se concentre em vencer e não se preocupe com o outro resultado durante a partida.

Confira a classificação e a tabela de jogos do Campeonato Carioca 2012

Fred volta ao Fluminense neste sábado depois de cumprir suspensão
Photocamera
Fred volta ao Fluminense neste sábado depois de cumprir suspensão

“Incomoda um pouquinho. Se for analisar, o Fluminense é uma equipe grande e tinha que estar brigando pelas primeiras posições da tabela. Infelizmente precisamos dos outros, mas acredito que a gente deve primeiro pensar em fazer nossa parte, vencer nossos jogos e depois ver os outros", declarou o volante Jean , que deve seguir no time titular.

Já garantido na primeira posição da chave, o Vasco deve entrar em campo com um time misto. Os atletas do Fluminense, porém, não acreditam que o rival irá entrar desinteressado na partida e mantém confiança na vaga.

Leia mais: Tropeços não surpreendem Abel, que pede fim da oscilação

 "O Vasco tem um grupo de muita qualidade, independente de quem entrar, se for jogar com time misto ou não, sei que vai ser um time muito forte. A gente tem que fazer nossa parte e vai ver o que vai acontecer depois. Não é agradável depender, mas se tem que torcer, vamos torcer para o Vasco", declarou o zagueiro Anderson .

O técnico Abel Braga não revelou a escalação da equipe tricolor, mas confirmou três desfalques. O meia Deco e o zagueiro Leandro Euzébio, ambos com dores no tornozelo, serão poupados. Já o atacante Rafael Sóbis ficará de fora por uma diferença de força entre as pernas, detectada em um exame feito no começo da semana.

Veja também: Com dores no tornozelo, Deco está fora do jogo contra o Bangu

Assim, o time deve ser o mesmo que venceu o Americano, na última quarta-feira, com as voltas de Fred no lugar de Rafael Moura, suspenso, e Edinho na vaga de Valencia.
Pelo lado do Bangu, o técnico Carlos César comemorou a semana livre para treinos, uma vez que acredita ter conseguido motivar ao máximo seus torcedores.

Veja fotos dos treinos dos clubes para a rodada do final de semana de carnaval:

"Mostrei a eles que quando um time grande cruza o nosso caminho temos grande oportunidade de transformarmos uma crise em um momento de recuperação. Esse jogo contra o Fluminense pode levantar de vez nosso moral na competição e, portanto, estamos todos muito motivados", disse Carlos César.

Veja ainda:  Para recuperar espaço, Lanzini evita pensar no final do contrato

O treinador não tem problemas de suspensão ou lesões para este jogo, mas terá que mexer no time que foi derrotado por 4 a 2 pelo Boavista. Isso porque o zagueiro Abílio pediu dispensa do clube alegando problemas particulares e não faz mais parte do elenco. Assim, Raphael Azevedo vai compor o setor com Fernando Lopes.

FICHA TÉCNICA - FLUMINENSE X BANGU

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 18 de fevereiro de 2011 (Sábado)
Horário: 19 horas (de Brasília)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes: Wagner Santos (RJ) e Jackson do Santos (RJ)

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Bruno, Digão, Anderson e Carlinhos; Edinho, Jean (Diguinho) e Thiago Neves; Araújo, Wellington Nem e Fred.
Técnico: Abel Braga

BANGU: Willian Alves; Tiago Lopes, Fernando Lopes, Raphael Azevedo e Gedeílson; Renan Oliveira, Sidney, Oliveira e Tiano; Flavio e Marcelo Fernandes.
Técnico: Carlos César