Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Para Renan, no ano novo tudo de ruim fica para trás

Goleiro foi repatriado pelo Internacional em 2010 com status de ídolo, mas falhas colocaram em xeque sua titularidade na equipe

Gazeta Esportiva |

A temporada passada era para ser de glórias e grandes atuações no retorno de Renan ao gol do Inter. Um terceiro fator entrou na jogada. Um problema não imaginado apareceu. O arqueiro revelado na base falhou com freqüência maior do que se poderia imaginar. Sua posição foi colocada em xeque ao término de 2010. Sua titularidade não é assegurada para esse ano.

Apesar dos problemas, o jogador, de 26 anos recém completados, mostra otimismo. Ele briga com Lauro para ser o dono da camisa 1. Muriel, atualmente jogando pelo time B, é a terceira opção. Nada que assuste Renan.

"Trabalho para jogar desde que cheguei aqui. É assim desde as categorias de base e por isso consegui vencer nos profissionais. Sigo com essa mentalidade. É um ano novo e tudo de bom ou ruim fica para trás. Temos oportunidade de escrever novas coisas e quem sabe reeditar um título de Libertadores ou de Brasileiro. Penso que todos vão buscar seu espaço. Confio no meu trabalho e farei de tudo para seguir como titular", explicou Renan.

A nova temporada trouxe um novo treinador de goleiros. Sai o ex-colega Clemer e entra Marquinhos. "Cada profissional tem sua metodologia e ideias. O Marquinhos está tentando colocar as suas. Sempre há diferenças e vamos nos encaixando no trabalho. Tomara que possamos render o que ele e a gente espera", analisou.

Contratado por empréstimo de um ano, o acordo de Renan com o Inter termina na metade do ano. Caso seus direitos federativos não sejam adquiridos, ele retornará ao Valencia, da Espanha.

Leia tudo sobre: internacionalrenan

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG