Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Para Liedson, estar no Corinthians não afeta chances com Portugal

Atacante naturalizado português diz que pode ser convocado para seleção lusa mesmo jogando no Brasil

Bruno Winckler, iG São Paulo |

Liedson naturalizou-se português em 2009 com o sonho de jogar uma Copa do Mundo. Conseguiu. Ele foi um dos atacantes da seleção lusitana na campanha na África do Sul em 2010. Ele continuou sendo chamado em algumas convocações seguintes ao Mundial, mas após a confirmação da sua saída do Sporting de Lisboa para o Corinthians, ficou de fora da lista de Paulo Bento para o amistoso contra a Argentina, nesta quarta-feira, em Genebra.

O atacante, apresentado pelo Corinthians nesta terça-feira, acredita que apesar de estar fora desta convocação, o fato de estar no Brasil, distante novamente da pátria que escolheu defender, suas chances de ser convocado para a seleção de Portugal não diminuem.

"Estou disponível se houver a chance. Não falei com o técnico Paulo Bento ainda, esta minha negociação com o Corinthians foi muito rápida, mas continuo à disposição. Desde que haja um acordo com o clube, eu vou. Tenho orgulho de ter me naturalizado e tenho vontade de voltar a jogar pela seleção portuguesa", disse Liedson.

O atacante tem esperanças de disputar a Euro de 2012 por Portugal. Mas a situação do país no grupo H das Eliminatórias do torneio não está confortável. Apenas o líder do grupo se classifica automaticamente para a competição que será disputada na Ucrânia e na Polônia em junho do ano que vem. No momento, a Noruega lidera a chave com nove pontos em três jogos contra sete pontos de Portugal em quatro partidas disputas. Apenas oito, dos nove segundos colocados, vão para a repescagem.

Dos jogos feitos por Portugal, Liedson participou apenas dos dois primeiros, contra Chipre e Noruega, em setembro, mas o técnico era o interino Agostinho Oliveira, que o colocou apenas no segundo tempo destas partidas e ele não marcou gols. Com o atual treinador, Paulo Bento, nos jogos contra Dinamarca e Islândia, em outubro, Liedson não foi convocado. Com 33 anos, a Eurocopa de 2012 será sua última grande chance de defender Portugal em uma grande competição já que em 2014, no Brasil, ele já terá 35 anos e chances de remotas de seguir sendo aproveitado em Portugal.

Leia tudo sobre: corinthiansliedsoncampeonato paulista 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG