Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Para Kleber, eliminação contra o Goiás seria uma catástrofe

No confronto da volta da semifinal da Sul-Americana, qualquer empate já é suficiente ao Palmeiras

Gazeta Esportiva |

No discurso politicamente correto, o Palmeiras mantém o respeito ao Goiás no confronto da semifinal da Copa Sul-americana. Mas é impossível rejeitar que o time paulista abriu uma preciosa vantagem ao vencer fora de casa por 1 a 0. O atacante Kleber deixou escapar o tamanho da frustração de um possível fracasso na semana que vem, na partida marcada para o Pacaembu.

"Queremos fazer um outro grande jogo, abrir mais vantagem para ter tranquilidade. Se sofrermos um gol e, por acaso, tivermos uma derrota nos pênaltis, já seria uma catástrofe", afirmou o Gladiador, no desembarque desta quinta-feira no Aeroporto de Congonhas.

No confronto da volta, qualquer empate já é suficiente ao Palmeiras. O placar de 1 a 0 para o Goiás leva a decisão para os pênaltis. O clube goiano irá se beneficiar com um triunfo por margem mínima desde que faça dois ou mais gols.

"Não vamos pensar em administrar a nossa vantagem, nossa intenção é conseguir outra vitória até porque estaremos jogando em casa e ao lado de toda a nossa torcida", prometeu Kleber.

Com uma semana de antecedência para decidir a classificação, o Gladiador já se mostra na expectativa de desvendar a tática do Goiás no Pacaembu. Ele admitiu que a maneira de jogar do rival no Serra Dourada foi surpreendente.

"Não sei como o Goiás vai vir jogar aqui. Fomos surpreendidos com postura deles ontem (quarta-feira). Até os 30 minutos do segundo tempo, eles estiveram no esquema com três zagueiros. Não sei se vão jogar abertos ou apenas tentar achar um gol para levar a decisão aos pênaltis", refletiu Kleber.

 

Leia tudo sobre: copa sul-americanapalmeiras

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG