Goleiro foi destaque na vitória sobre o Corinthians, mas é reserva de Jefferson, que vive grande fase

Se a vida de goleiro reserva não é fácil, já que muitos ficam anos e anos esperando por poucas oportunidades de mostrar serviço em suas equipes, a de Renan, no Botafogo é ainda mais complicada. O titular da posição é o goleiro Jefferson, que vive grande fase na carreira, inclusive tornando-se titular da seleção brasileira do técnico Mano Menezes. A condição de dono da 'camisa 1' é inquestionável.

Veja mais: Botafogo já é o 3º colocado no Brasileirão. Veja a tabela atualizada

Por isso, o jovem de 22 anos, um dos destaques do Botafogo na vitória por 2 a 0 sobre o Corinthians, na última quarta-feira, admite que pode deixar o clube carioca para atuar com mais regularidade no futuro, ganhando mais experiência em outra equipe. Porém, Renan faz questão de destacar que no momento, a cabeça está totalmente voltada para a disputa pelo título do Campeonato Brasileiro.

Leia também: Após vitória, Botafogo provoca o Corinthians no Facebook

"Estar na reserva do Jefferson hoje é difícil e ao mesmo tempo uma honra, porque na minha opinião, ele é o melhor goleiro do Brasil no momento. Sei da responsabilidade que é, e também sei da minha qualidade. Em algum momento no futuro, acho que isso pode vir a acontecer (deixa o Botafogo), mas o agora não é a hora de pensar em sair. Ele estará voltando agora contra o Atlético-PR e eu estarei torcendo, esperando uma nova oportunidade", disse Renan.

Renan, ao fundo grita com os jogadores do Botafogo
AE
Renan, ao fundo grita com os jogadores do Botafogo
Veja mais: Em vitória sobre o Corinthians, Renan faz mais defesas que média de Jefferson

Se por um lado, ser reserva de Jefferson é ruim pela definição clara de quem é o dono da posição, por outro, Renan recebeu várias oportunidades em 2011 pelas constantes convocações do goleiro para a seleção brasileira. Foram 10 partidas no ano, com três vitórias e sete empates. Contra o Corinthians, quando fechou o gol na última quarta-feira, Renan admite que nem conseguiu dormir depois da partida.

Siga o iG Botafogo no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

"Vi os lances, as defesas e vou dizer que não dormi essa noite. Não tive como dormir. Cheguei de madrugada e até 9 horas da manhã, quando saímos do hotel para o aeroporto, não tinha 'pregado o olho'. Já é difícil dormir depois de um jogo normal, ainda mais depois de uma vitória dura como essa", declarou o goleiro do Botafogo.

Entre na torcida virtual do Botafogo e comente a atuação de Renan

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.