Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Para Goiás e Grêmio o jogo no Serra Dourada define o futuro

Goianos precisam vencer para continuar luta contra rebaixamento e gaúchos para sonhar com vaga na Libertadores

Gazeta Esportiva |

Goiás e Grêmio entram nesta 33ª rodada do Campeonato Brasileiro sem poder sequer empatar. Qualquer outro resultado que não seja a vitória complica demais a situação de um ou de outro: a do Goiás, na fuga contra o rebaixamento; a do Grêmio, na luta por uma vaga à Libertadores.

Ocupante da zona do rebaixamento há 21 rodadas, o Goiás, atual penúltimo colocado, está a quatro pontos do Guarani, primeiro time que escaparia da degola. Não vencer o Grêmio no Serra Dourada significaria provavelmente aumentar esta distância para cinco, seis ou sete pontos, com apenas mais 15 a disputar. A situação é desesperadora, e o alerta vermelho já está ligado em Goiânia.

"Nossa equipe não pode mais deixar para ganhar na próxima rodada. Tem que ser contra o Grêmio. Temos que vencer de qualquer maneira", afirmou o zagueiro Ernando. O atacante Everton Santos, autor do gol que eliminou o Grêmio da Sul-americana na estreia de Renato Gaúcho no comando gaúcho, lembra a reação do Fluminense no ano passado como um exemplo a ser seguido.

Para a partida, o técnico Jorginho deverá contar com a volta de Marcão à zaga. Sua saída forçou o time a abandonar o esquema 3-5-2 na partida contra o Palmeiras, no sábado (derrota por 3 a 2). Com isso, Jonílson deve deixar o time.

No Grêmio, a derrota para o Fluminense, quinta passada, foi precedida de muita reclamação com a arbitragem de Heber Roberto Lopes, que não marcou um pênalti em Jonas no segundo tempo. Os dois últimos resultados foram frustrantes: empate no Gre-Nal e derrota no Rio, quando em ambas as partidas o time teve bom desempenho. Passada a sequência mais difícil da equipe no campeonato (enfrentou ainda Vasco e Cruzeiro recentemente), a ideia é aproveitar os jogos com Goiás e Ceará para fazer seis pontos e subir na tabela novamente.

A última rodada foi péssima para as pretensões gremistas: além de perder, viu Botafogo, São Paulo e Palmeiras, rivais diretos, vencerem seus compromissos. Agora, o time está a quatro pontos do G-4 e a sete do G-3. Mas as dificuldades não desanimam o vice de futebol Alberto Guerra: "Complicou um pouco, mas acreditamos que há chances. Não fazemos um cálculo, mas projeções jogo a jogo, sem avaliarmos um percentual necessário de pontuação. Se ganharmos do Goiás, pode ser que as chances aumentem, dependendo dos outros resultados", avalia.

Renato contará com a volta do capitão Fábio Rochemback ao time. Como Vilson sente dores na coxa, Adilson pode retornar à titularidade. Trata-se da única dúvida. De resto, o time será o mesmo que vem fazendo grande campanha recente, assumindo a simbólica liderança do returno.

FICHA TÉCNICA
GOIÁS X GRÊMIO

Local: Estádio Serra Dourada, Goiânia (GO)
Data: 3 de novembro de 2010, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: José de Caldas Souza (DF)
Auxiliares: Márcia Lopes Caetano (Fifa-RO) e Ciro Chaban Junqueira (DF)

GOIÁS: Harlei; Ernando, Rafael Tolói e Marcão; Douglas, Amaral, Wellington Monteiro, Bernardo e Wellington Saci; Felipe e Rafael Moura.
Técnico: Jorginho

GRÊMIO: Victor; Gabriel, Paulão, Rafael Marques e Fábio Santos; Fábio Rochemback, Vilson (Adilson), Lúcio e Douglas; Jonas e André Lima.
Técnico: Renato Gaúcho

Leia tudo sobre: campeonato brasileirofutebolgoiásgrêmio

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG