Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Para Givanildo, fuga do Z-4 depende do desempenho da zaga

Segurando a lanterna do Brasileirão, América tem aproveitamento pífio bastante ameaçador

Gazeta |

Lanterna da Série A com 13 pontos, o América-MG tem um aproveitamento com o qual nunca nenhuma equipe conseguiu escapar da queda para a Segunda Divisão ao final do campeonato. O técnico Givanildo Oliveira acredita na fuga e afirma ter identificado o problema a ser solucionado.

De acordo com o treinador, é preciso trabalhar melhor o sistema defensivo para atingir os bons resultados. "Tivemos cinco jogos: em dois segundo tempos o time não se entendeu, não voltou legal, mas em três jogos foi bem até o fim. Temos que, principalmente, parar de tomar tantos gols. Fizemos nove, mas tomamos nove também".

A conta feita pelo técnico Givanildo Oliveira é simples, porém difícil de ser executada: vencer dez das 19 partidas que restam. No primeiro turno, o time só conseguiu triunfar em duas oportunidades e o desempenho desejado por Oliveira só foi atingido por quatro clubes na competição, que, neste momento, disputam o título.

Givanildo está ciente da ambição que tem e acredita que é possível alcançar o objetivo proposto. "Metade da competição já foi. Mas ela é a mesma. Difícil, complicada. Temos que ver os números. Não adianta ficar falando e não vencer. Uma vitória poderia mudar tudo. Imagina se tivesse uma sequência. É isso que a gente espera para ficar no rumo certo".

Para começar a arrancada sonhada pelo comandante, o time precisa repetir o que fez na primeira rodada da Série A: vencer o Bahia. O duelo acontece na próxima quinta-feira, às 20h30, em Pituaçu.

Leia tudo sobre: américa-mgbrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG