Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Para Falcão ver: Internacional vira o placar e goleia o Canoas

Time saiu perdendo por 2 a 0, mas se recuperou e, com dois atacantes, conseguiu vencer por 6 a 2

Gabriel Cardoso, iG Porto Alegre |

No dia em que oficializou Paulo Roberto Falcão como novo técnico, o Internacional levou um susto, passou trabalho, mas venceu o Canoas por 6 a 2 , no estádio Beira-Rio. Fábio Alemão e Jé deram vantagem aos visitantes com 16 minutos de jogo. O Inter mostrou força para buscar a recuperação. Usando dois atacantes, algo que não era feito por Celso Roth, conseguiu combinação de jogadas no setor ofensivo e virou o placar ainda na primeira etapa. Dois gols de Rafael Sobis e mais dois de D´Alessandro determinaram a vantagem de 4 a 2.

Gabriel Cardoso
Novo técnico foi homenageado pela torcida antes do jogo
O argentino Cavenaghi entrou no segundo tempo e desencantou. Fez o seu primeiro gol e ampliou a vantagem. Leandro Damião, que tanto tentou, fechou o placar. Em um gol de carrinho, determinou o 6 a 2.

Sem Celso Roth, com o ex-goleiro André Doring de técnico interino, e aguardando Falcão, que será apresentado na segunda-feira, a base de time foi mantida. Bolatti e Zé Roberto, machucados, foram substituídos por Wilson Matias e Rafael Sobis. O time deixou o contestado 4-2-3-1 e adotou o esquema tático 4-4-2.

O Inter começou o jogo com vontade e aos 25 segundos criou uma chance de gol. Parecia que o time dominaria o jogo, parecia.... O Canoas foi certeiro, acertou dois ataques e abriu 2 a 0 no placar. O time do Inter acordou, a presença de dois atacantes foi fundamental, mesmo sem fazer uma apresentação brilhante o Inter descontou, empatou, virou e abriu vantagem. 4 a 2 nos primeiros 45 minutos.

O segundo tempo foi mais calmo. Os donos da casa mostraram maturidade e administraram o placar. Lauro não teve muito trabalho.Cavenaghi fez o seu primeiro gol com a camisa vermelha; Leandro Damião completou a festa.

O Inter chegou a 13 pontos e terminou a fase como líder do grupo 1. O adversário, nas quartas-de-final, será o Santa Cruz, no Beira-Rio. A partida deverá ser marcada para a noite de sábado. Será a estreia de Paulo Roberto Falcão como técnico do clube.null

O Jogo:
O Inter assustou com 25 segundos de jogo: o time arrancou em velocidade e o chute de D´Alessandro passou pertinho do gol. O Canoas avisou aos 6, Anderson Ijuí foi lançado, nas costas da defesa, e Lauro teve que salvar. O gol dos visitantes saiu aos 12: Gian cruzou, Lauro desviou, mas a bola sobrou no pé de Fábio Alemão, que fez 1 a 0.

O Inter teve a chance de empatar dois minutos depois. Oscar cobrou escanteio, o goleiro saiu mal, mas Índio cabeceou para fora. O Canoas aproveitou para ampliar o placar aos 16. Jé cobrou falta e Cirilo cabeceou para fazer 2 a 0.

Aos 23, D´Alessandro fez jogada individual e acertou um longo chute. A bola bateu no ferro de sustentação da rede. Aos 26, Leandro Damião se desvencilhou da marcação e cruzou na cabeça de Rafael Sobis. O atacante só teve o trabalho de cabecear para o fundo do gol, descontando o placar para o Inter.

Ainda deu tempo de buscar o empate e a virada. D´Alessandro serviu Sobis e o atacante escolheu o canto para fazer 2 a 2. O Canoas mal respirou e já levou a virada: D´Alessandro arriscou o chute e acertou o canto: 3 a 2. Antes do intervalo, outro gol: Kléber tocou para Sobis, que serviu D´Alessandro. Outro chute, outro gol: 4 a 2.

Leandro Damião voltou disposto a fazer um gol no segundo tempo. Antes dos 15 minutos ele teve duas chances. Na primeira esbarrou no goleiro e na seguinte chutou pra fora, após cruzamento de Kléber. Jé ainda certou o travessão de Lauro, após uma rebatida do goleiro do Inter.

Aos 20 minutos, D´Alessandro lançou Sobis, mas o atacante chutou para fora. Aos 33, Damião driblou o goleiro, mas acabou chutando em cima do zagueiro. Ele poderia ter passado para Cavenaghi, que estava em melhor situação.

O argentino desencantou aos 36 minutos. Recebeu passe de Andrezinho e chutou para fazer 5 a 2. Foi o primeiro gol do atacante no futebol brasileiro. Aos 40 minutos, foi a vez de Kléber cruzar e Damião completar, de carrinho: 6 a 2.

FICHA TÉCNICA - INTERNACIONAL 6 X 2 CANOAS
Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data: 10 de abril de 2011, no domingo
Horário: 16horas (de Brasília)
Árbitro: Leandro Vuaden
Auxiliares: Júlio Cesar Santos e Renata Schaefer.
Público: 11.345 torcedores
Renda: R$ 126.420,00
Cartão amarelo: Kléber, D´Alessandro (Internacional); Fábio Alemão, Washington, Marciel, Cirilo, Gian (Canoas)

GOLS:
Internacional: Rafael Sobis, aos 26 e aos 40 minutos do primeiro tempo; D´Alessandro, aos 41 e aos 44 minutos do primeiro tempo; Cavenaghi, aos 36 minutos do segundo tempo.
Canoas: Fábio Alemão, aos 12 minutos do primeiro tempo; Jé, aos 16 minutos do primeiro tempo

INTERNACIONAL: Lauro; Nei, Bolívar, Índio e Kléber; Wilson Matias (Glaydson), Guiñazu, Oscar (Andrezinho), D´Alessandro e Rafael Sobis (Cavenaghi); Leando Damião.
Técnico: André Doring (interino).

CANOAS: Anderson; Gian, Cirilo, Ricardo e Marciel; Washington, Anderson Ijuí, Cleiton e Jé; Galvão(Leandro) e Fábio Alemão (Eraldo).
Técnico: Rogério Zimmermann. 

Leia tudo sobre: InternacionalCanoasCampeonato Gaúcho 2011Falcão

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG