Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Para Fabrício, quem joga no Cruzeiro tem que lidar com pressão

Volante acredita que o time não foi bem diante do América-MG e cobra postura para tirar o time da crise

Frederico Machado, iG Belo Horizonte |

O volante Fabrício atuou muito bem no primeiro tempo do empate com o América-MG, mas assim como o restante do time do Cruzeiro, caiu de produção e viu o time deixar escapar mais um resultado depois de sair na frente no placar. O jogador reconhece que o empate foi um resultado justo e acha que o time tem de ter personalidade nesse momento difícil.

Siga o iG Cruzeiro no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Para Fabrício, o Cruzeiro dominou a primeira etapa e o América-MG a segunda. “No segundo tempo eles marcaram o nosso time em cima e foram superiores. O primeiro tempo foi nosso e o segundo tempo foi deles, então o empate foi justo. Eu sei que alguns torcedores ficam bravos, mas temos que ser sinceros nessa hora. Vocês viram o jogo, o América foi bem e fez por merecer o empate”, disse o jogador.

Entre para a Torcida Virtual do Cruzeiro e convide seus amigos

Fabrício acha que a equipe precisa encontrar o que está fazendo de errado para voltar a vencer. “Estamos fazendo algo errado, pois os resultados não estão saindo. Temos que rever tudo porque, se continuar assim, não dá. Jogamos outros jogos bem, mas esse não fomos bem na segunda etapa”, ponderou Fabrício.

O jogador acredita que é hora do time mostrar personalidade para sair dessa crise. “Todo mundo é experiente e jogador tem que agüentar a pressão. Tem que ter personalidade e jogar. Se não agüenta pressão não pode jogar em time grande”, opinou.
 

Leia tudo sobre: CruzeiroBrasileirão 2011Fabrício

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG