Tamanho do texto

Volante do Cruzeiro quer logo somar pontos necessários para evitar queda e já pensa em 2012

Desde que chegou ao Cruzeiro , em 2008, o volante Fabrício sempre esteve acostumado a brigar no alto da tabela e por títulos. Mas no Brasileirão de 2011 a situação está complicada, como o próprio jogador assume. O atleta qualificou como "desesperadora" a luta contra o rebaixamento no torneio e acredita que o time precisa de mais planejamento para o ano que vem.

Siga o iG Cruzeiro no Twitter e receba todas as informações do seu time

Sincero, Fabrício não ilude o torcedor. "Estou aqui há quatro anos e é difícil estar em um campeonato sem almejar nada. A gente sabe que não pode iludir torcedor, não pode iludir ninguém. A conquista do campeonato já era, está muito difícil chegar à Libertadores", avaliou o camisa 5.

Entre para a torcida virtual do Cruzeiro e convide os seus amigos

A cabeça de Fabrício nesse momento está em conseguir a pontuação necessária para evitar a queda para a Série B. "Agora é ganhar cinco, seis jogos para sair dessa situação e aí planejar o ano que vem. Já com a cabeça no ano que vem para não acontecer como nesse ano", ponderou.

O jogador falou sobre o clima entre os jogadores do Cruzeiro. "O que sinto é que todo mundo está chateado, principalmente os jogadores que já jogaram em grandes equipes e já participaram de grandes conquistas. É ruim estar em uma situação como essa, jogar um campeonato por jogar, tentar se livrar da zona de rebaixamento. É desesperador, lógico", concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.