Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Para economizar, Palmeiras estuda usar Canindé como nova casa

Primeiro teste pode ser feito no dia 12 de março, quando a equipe de Felipão enfrenta o São Bernardo

Danilo Lavieri, iG São Paulo |

O alto custo do estádio do Pacaembu pode mudar a casa do Palmeiras em 2011. Um teste já está programado para o dia 12 de março contra o São Bernardo e o novo lugar que deve ser confirmado até a próxima sexta-feira é o Canindé, o estádio da Portuguesa.

“Ainda não está nada confirmado. Estamos estudando a possibilidade de jogar no dia 12 lá no Canindé, mas ainda precisamos ter certeza de que tudo vai dar certo. O estádio da Portuguesa pode ser uma opção mais barata. Devemos definir isso até amanhã (sexta-feira)”, disse o gerente administrativo do clube, Sérgio do Prado.

A opção de 2010, a Arena Barueri, está praticamente descartada. Segundo Sérgio, o lugar é muito longe e não leva o número de torcedor que torna a mudança satisfatória. Na temporada passada, torcedores reclamavam bastante da troca de mando.

O Pacaembu deve ser mantido como casa do Palmeiras apenas nos jogos grandes, quando o público for suficiente para cobrir todos os gastos. A cada jogo que o time paulista manda no estádio municipal os gastos beiram os R$ 100 mil, incluindo o aluguel e os gastos com equipes que trabalham no local, como vendedores e seguranças.

Enquanto isso, a guerra política continua no Palestra Itália. Alguns conselheiros da atual situação fazem questão que as obras da nova Arena parem e alegam que itens do contrato com a WTorre, responsável pelas obras, não estão sendo cumpridos. Arnaldo Tirone, presidente do Palmeiras, tenta manobrar as brigas internas, mas mostra preocupação com o destino de seu estádio.

Leia tudo sobre: palmeirasportuguesacanindé

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG