Apostando em título catalão, holandês diz que técnico passou por "forte pressão" nas últimas temporadas

Um dos maiores ídolos do Barcelona , Johan Cruyff afirmou nesta sexta-feira que não ficaria surpreso se o técnico Josep Guardiola deixasse a equipe após a final da Liga dos Campeões deste ano, marcada para o próximo sábado, diante do Manchester United . Para o holandês, seu compatriota Marco van Basten seria o nome ideal para ocupar o posto do catalão após sua saída.

"Guardiola realizou um trabalho duríssimo nestes últimos anos, e não me surpreenderia se ele fosse embora, independente do resultado da final contra o Manchester United", disse Cruyff, em entrevista ao jornal "La Gazzetta dello Sport".

O ex-jogador e ex-técnico do Barcelona ainda afirmou que entenderia a decisão de Guardiola, por conta da forte pressão que ele foi submetido à frente do time nestes anos, além de ressaltar que, à primeira instância, Guardiola não irá fechar com outra equipe logo em seguida.

Guardiola pode tornar-se o mais jovem técnico bicampeão da Liga caso vença o Manchester United
EFE
Guardiola pode tornar-se o mais jovem técnico bicampeão da Liga caso vença o Manchester United
"Acho que ele faria este tipo de coisa pois é muito difícil suportar certas pressões e situações por um longo prazo. Por isso, acho que ele deveria realizar uma pausa de um ano", continuou o holandês.

Quanto à final da Liga dos Campeões, Cruyff não desperdiçou a chance de opinar e ver o clube catalão como o provável dono do título desta edição. Para o veterano, o Barcelona é tecnicamente mais forte, mas após a saída de Cristiano Ronaldo, os jogadores do clube inglês chamaram para si a responsabilidade, buscando provar que não dependem apenas de um jogador.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.