Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Para corintiano, São Paulo é mais rival que o Palmeiras

Antes do clássico contra o time do Morumbi, Jorge Henrique minimiza rivalidade com Palmeiras

Bruno Winckler, iG São Paulo |

O atacante do Corinthians Jorge Henrique provocou o Palmeiras nesta quarta-feira quando perguntado sobre contra quem seria hoje a maior rivalidade do Corinthians no Estado. Na sua avaliação, o São Paulo ocupa este posto por uma razão. O Palmeiras não tem vencido o Corinthians nos últimos confrontos.

AE
Jorge Henrique apontou a rivalidade com o São Paulo como maior do que com o Palmeiras

Siga a página do iGCorinthians no Twitter

"Pelo que eu sinto na rua, o corintiano vê mais o São Paulo como rival. Nós vencemos os confrontos recentes com o Palmeiras e isso fez o esquecer um pouco essa rivalidade. Já do São Paulo teve essa nossa última derrota (2 a 1, no Campeonato Paulista), então hoje em dia é mais o São Paulo nosso rival mesmo", comentou o atacante, que enfrentará o São Paulo no próximo dia 26

Entre para a torcida virtual do seu time de coração e convide seus amigos

O Corinthians não perde para o Palmeiras desde julho de 2009, quando Obina marcou três gols na goleada por 3 a 0 no Brasileiro daquele ano. De lá para cá, o Corinthians já enfrentou seu tradicional rival da Rua Turiassú seis vezes. Foram três vitórias corintianas (todas por 1 a 0) e três empates. Jorge Henrique marcou duas vezes nesses confrontos. Primeiro na vitória no confronto válido pela primeira fase do Paulistão de 2010 e depois no duelo do primeiro turno do Brasileirão do ano passado, no empate por 1 a 1.

[]

Apesar de o Corinthians ter ficado mais de quatro anos sem perder para o São Paulo até o confronto do último dia 27 de março, aquela derrota, segundo o atacante, ficou marcada.

"O torcedor não gostou de ver o nosso tabu cair daquele jeito (com o centésimo gol de Rogério Ceni). E clássico é assim, você sempre tem de mostrar superioridade. Torcedor gosta disso", comentou Jorge Henrique, que quando chegou ao clube, no início de 2009, já vivia o início do tabu pró-Corinthians nos duelos contra o São Paulo que teve início em julho de 2007.

Leia tudo sobre: corinthiansjorge henriquepalmeirassão paulo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG