Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Para Bolívar, chegou a hora de o Inter interromper sequência ruim

Trata-se do mais longo jejum de triunfos do Colorado desde que a principal competição do país adotou a fórmula de pontos corridos, em 2003

Gazeta Esportiva |

O zagueiro Bolívar elegeu o duelo deste domingo, diante do Botafogo, como a partida em que o Internacional interromperá a sequência de sete jogos sem vitória pelo Brasileirão. Trata-se do mais longo jejum de triunfos do Colorado desde que a principal competição do país adotou a fórmula de pontos corridos, em 2003. Segundo o capitão rubro, pouco importa se o resultado positivo beneficiará por tabela o rival Grêmio: o interessante são os três pontos de volta ao Beira-Rio.

"Os jogadores que estiverem em campo vão dar o seu melhor. Se for por minha vontade, quero estar em campo. Há sete rodadas que a gente não vence. É o jogo da vez", projetou. Fora da disputa pelo título, Bolívar admite que o Mundial faz parte do horizonte colorado de forma mais forte a cada dia: "é difícil não levar em conta uma competição como essa".

No entanto, o zagueiro não considera que a campanha do Inter seja ruim no Brasileirão: "conquistamos o título da Libertadores e nos mantivemos entre os cinco primeiros por um bom tempo. O torcedor não tem dimensão que é a cobrança no vestiário. Esse time não foi campeão da América à toa. Não podemos julgar o trabalho de um ano todo pelas últimas sete partidas". Atualmente o Colorado ocupa a oitava posição no Brasileiro, com 51 pontos.

O técnico Celso Roth ainda não definiu a equipe que vai a campo no Engenhão. Renan, Wilson Matias, Tinga e Alecsandro devem ser poupados de começar a partida, mas há outros titulares que também podem ser preservados. Entre eles, o próprio Bolívar.

Leia tudo sobre: campeonato brasileirointernacional

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG