Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Para atletas, história do Vasco ainda não se encerrou no Brasileirão

Ainda faltam alguns pontos para time garantir matematicamente classificação para a Copa Sul-Americana

Gazeta Esportiva |

Sem chances de brigar pelo título ou por vaga na próxima Copa Libertadores. Nenhum risco de ser rebaixado para a Série B. Assim se encontra o Vasco, 11º colocado na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, com 45 pontos conquistados. Faltando quatro jogos para encerrar a participação no Campeonato Brasileiro, o discurso no Cruzmaltino é o de que o ano não acabou. Enquanto uns apelam para honrar a tradição do clube, outros lembram que a vaga na próxima Copa Sul-Americana não foi conquistada matematicamente.

"Nós ainda temos quatro confrontos por fazer e vamos batalhar para que o Vasco termine esse Campeonato Brasileiro na melhor colocação possível. O nosso desejo era pode chegar a esta momento brigando pelo título ou, pelo menos, por uma vaga na próxima Copa Libertadores. Isso infelizmente não foi possível e só nos resta fazer o melhor agora e honrar a tradição do clube", disse o goleiro Fernando Prass.

Para o atacante Eder Luis, o Vasco não pode relaxar neste Campeonato Brasileiro, pois ainda faltam alguns pontos para que consigam garantir matematicamente a classificação para a Copa Sul-Americana.

"Ainda não sabemos os pontos necessários para que a classificação para a Copa Sul-Americana possa ser considerada assegurada. Mas acreditamos que com mais uma ou duas vitórias isso será concretizado e, portanto, temos que encarar as próximas rodadas com o máximo de seriedade. Ganhando o próximo compromisso e observando o que vai acontecer na rodada, acredito que teremos um sinal do que ainda faltará", disse o atacante.

O próximo compromisso do Vasco está marcado para domingo, às 19h30(de Brasília), quando o time recebe o São Paulo, em São Januário, no Rio de Janeiro (RJ), pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. O técnico Paulo César Gusmão tem problemas no setor defensivo, pois não poderá contar com o zagueiro Dedé, suspenso pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por conta de sua expulsão no empate por 1 a 1 com o Flamengo, e nem com o lateral direito Fagner, que recebeu o terceiro cartão amarelo na derrota de 1 a 0 para o Fluminense e terá que cumprir suspensão.

Na lateral direita, Paulo César Gusmão deverá confirmar a entrada do paraguaio Irrazábal, que já foi usado no segundo tempo do duelo diante do Fluminense. Na zaga a disputa fica entre Fernando e Titi. A boa notícia fica por conta do retorno do meia Zé Roberto, que cumpriu suspensão contra o Fluminense e retorna ao time titular, provavelmente na vaga de Jonathan.

Paulo César Gusmão ainda aguarda para saber a situação do meia Carlos Alberto, que se recupera de um estiramento muscular na coxa direita e está em processo de reavaliação. Segundo o preparador físico do clube, Jorge Sotter, são grandes as chances de o camisa 19 ficar à disposição do treinador e ser usado no banco de reservas, pois ainda está sem ritmo de jogo.

Se recuperando de uma lesão grau 2 no músculo posterior da coxa esquerda, o lateral esquerdo Ramon terá que esperar um pouco mais para retornar. A previsão neste início de semana é que ele sequer será relacionado contra o São Paulo. Mesmo assim o jogador será reavaliado ao longo dos treinos da semana.

Fora de campo a diretoria do Vasco informou que não vai se posicionar sobre a contratação de reforços e a dispensa de jogadores antes do término da participação do clube no Campeonato Brasileiro. Após a partida contra o São Paulo, os vascaínos ainda visitam o Cruzeiro, em Sete Lagoas (MG), o Corinthians, na capital paulista, e encerram a competição recebendo o Ceará, em São Januário.

"A diretoria do Vasco já está trabalhando, pois sabemos que o planejamento é sempre o segredo para que as coisas caminhem da forma esperada ou tenham boas perspectivas de acontecer. Mas não é o momento de ficarmos falando no que vem pela frente em dois mil e onze, pois ainda restam algumas partidas importantes nesta temporada", disse Rodrigo Caetano, supervisor do departamento de futebol do Vasco.

Leia tudo sobre: campeonato brasileirofutebolvasco

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG