Zagueiro pede respeito com o lanterna Atlético-PR, adversário de sábado em São Januário

Anderson Martins gostou da atuação do Vasco contra o Internacional
Maurício Val / Fotocom.net
Anderson Martins gostou da atuação do Vasco contra o Internacional
Depois de duas derrotas seguidas, o Vasco voltou a sentir o gostinho da vitória. Sábado, em São Januário, o time derrotou o Internacional de Paulo Roberto Falcão por 2 a 0 , gols de Eder Luis e Dedé , melhorando sua situação na tabela do Campeonato Brasileiro . Com o resultado, o time subiu para a sétima posição, com 14 pontos. No entanto, melhor do que a classificação foi o desempenho da equipe. Para o zagueiro Anderson Martins , o Vasco da última rodada fez lembrar o campeão da Copa do Brasil.

 Siga o iG Vasco no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

“A vitória sobre o inter fez o time voltar a jogar como na Copa do Brasil. Tivemos calma, controle de bola. Acho que o caminho é este, ir devagar, com muito trabalho e muita dedicação. O Brasileiro não tem partida fácil, então vamos trabalhando jogo a jogo. Mas já deu para sentir uma melhora no sábado”, observou o zagueiro.

Entre para a Torcida Virtual do Vasco e convide seus amigos

A diferença para o líder Corinthians é de oito pontos – embora o time paulista tenha um jogo a menos. Como restam ainda 29 rodadas, Anderson Martins acredita que haverá muita alteração nas primeiras posições. Por isso, a ordem em São Januário é não desperdiçar os jogos em casa. 

“Eles têm certa vantagem, mas o campeonato está só começando. Temos que seguir vencendo, fazendo boas apresentações para ir pontuando e brigar lá na frente pelas primeiras posições. Meu desejo é brigar pelo Brasileiro e vou brigar”, advertiu o zagueiro.

 Com apenas dois pontos, o Atlético-PR , lanterna da competição, é o adversário de sábado. O jogo será em São Januário. Mas, assim mesmo, o zagueiro não vê o Vasco em vantagem. Anderson Martins pede respeito com o vice-campeão paranaense. A motivação do time dirigido por Renato Gaúcho está na chance de derrotar o campeão da Copa do Brasil diante de sua torcida.

 “Não podemos dar margem para erros. Entrar respeitando a equipe deles, eles não atravessam bom momento, mas vão fazer tudo pra vencer dentro da nossa casa. Mas nós temos que fazer valer o mando de campo, e, para isso, precisamos ser obedientes taticamente, respeitando sempre o que for pedido pelo Ricardo Gomes”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.