Tamanho do texto

Treinador do São Paulo lamentou as chances perdidas contra o Cornthians e disse que espera por Luis Fabiano

Assim como os jogadores do São Paulo , o técnico Adilson Batista lamentou o empate sem gols contra o Corinthians , nesta quarta-feira, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro . O comandante tricolor exaltou o primeiro tempo da sua equipe, mas disse que faltou uma referência na área, um centroavante. Segundo Adilson, um autêntico "camisa 9" fez falta.

Siga o iG São Paulo no Twitter

"O primeiro tempo a gente controlou, rodamos, mas faltou definir. Pelo nosso volume, merecíamos vencer. Faltou o camisa 9, a referência, o artilheiro. É claro que o Dagoberto faz gols, o Lucas também. Mas faltou ter um pouco de calma. No primeiro tempo estava tudo controlado e bem definido o jogo", disse Adilson Batista.

Entre para a Torcida Virtual do São Paulo e convide seus amigos

E esse "9" que Adilson pede é Luis Fabiano, que poderia até reestrear diante do Corinthians, mas ele teve que esperar mais um pouco. "Criou-se uma expectativa, mas ele vem trabalhando, evoluindo. Amanhã ele deve entrar num coletivo contra o time juvenil do São Paulo, para ganhar ritmo. Ai a gente decide se leva ele para o jogo contra o Botafogo ou se aguarda para pegar o Flamengo", comentou.

"O Luis é importante, todos nós sabemos. Mas somos o 2º melhor ataque do Brasileirão sem ele. Daqui a pouco ele volta e vai nos ajudar como os demais", avaliou o treinador, admitindo que não vai utilizar o atacante sem que ele esteja em plenas condições. "Isso é gradativo, tem que acompanhar o dia a dia, o trabalho. Não vou antecipar a estreia dele para não perder ele por um tempo maior depois", contou.

Apesar de lamentar o empate em casa, com o ponto conquistado, o São Paulo assumiu a liderança provisória do Brasileirão com 45 pontos, mesma pontuação do Vasco. O time paulista, porém, tem um gol a mais de saldo (11 a 10). Os cariocas podem retomar a ponta nesta quinta-feira, contra o Atlético-GO, em São Januário.