Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Palmeirenses protestam em eleição e pedem diretas para presidente

Cerca de 200 torcedores foram à Academia de Futebol e xingaram os três candidatos que disputam o pleito

Danilo Lavieri e Marcel Rizzo, iG São Paulo |

Torcedores do Palmeiras estão na frente da Academia de Futebol, na zona oeste de São Paulo, protestando contra os candidatos a presidente do clube. A eleição ocorre na noite desta quarta-feira e os três concorrentes foram xingados por cerca de 200 pessoas, segundo estimativa da PM.

“Não apoiamos ninguém. O Paulo Nobre será a mesma coisa que o Gilberto Cipullo (ex-vice de futebol), o (Arnaldo) Tirone pode ser uma sombra do Mustafá e o Palaia é o Palaia”, disse André Guerra, presidente da organizada Mancha Alviverde, que organizou o protesto via internet.

O principal pedido é que haja eleições diretas para presidente, ou seja, que os sócios possam votar. Pelo estatuto são os conselheiros que elegem o presidente (288 estão aptos para votar nesta quarta). Os associados escolhem “apenas” os conselheiros.

Com camisas e faixas “Diretas Já” (alusão a campanha dos anos 80 pela volta da democracia no Brasil), os torcedores xingaram os três candidatos (Arnaldo Tirone, Salvador Hugo Palaia e Paulo Nobre) e o presidente do Conselho Deliberativo, Antônio Pompeu de Toledo. “Diretoria, vai se f..., o palmeirense está cansado de sofrer”.

Desde 2000 o clube ganhou somente um título, o Paulistão de 2008, ainda sob a gestão de Affonso Della Monica, que apóia atualmente Arnaldo Tirone. Não há previsão para o término da apuração, que deve ocorrer somente na madrugada de quinta. Na primeira chamada, ocorrida 19h, 171 conselheiros estavam presentes.
 

Leia tudo sobre: Palmeiras

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG