Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Palmeirenses protestam contra juiz e ofendem torcedores rivais no Twitter

Deola é irônico ao tratar da arbitragem de Paulo Cesar Oliveira. Kleber e Valdivia chamam corintianos de "mulambos" e "cornos"

Pedro Taveira, iG São Paulo |

A revolta dos jogadores do Palmeiras com a eliminação no Campeonato Paulista não ficou somente nas declarações pós-jogo. Derrotados pelo Corinthians por 6 a 5 nos pênaltis, após empate por 1 a 1 no tempo normal, os palmeirenses dispararam contra o árbitro Paulo Cesar de Oliveira e torcedores rivais no Twitter.

Reprodução
Kleber voltou sua raiva pela eliminação palmeirense à torcida do rival, mas depois apagou mensagem
“Parabéns para a FPF pela honestidade e imparcialidade demonstradas e representadas hoje pela figura do senhor Paulo César de Oliveira”, escreveu o goleiro Deola. A crítica se dá pelas expulsões do zagueiro Danilo e do técnico Luís Felipe Scolari ainda no primeiro tempo do clássico.

Já Kleber e Valdivia foram menos irônicos e mais diretos ao ofenderem os corintianos através da rede social. O atacante chama os torcedores rivais de “mulambos”, enquanto o meio-campista discutiu individualmente com algumas pessoas e utilizou ofensas como “corno” e “favela”.

“Aos torcedores do palmeiras que sofreram com a injustiça de hoje a tarde um muito obrigado pela força! E aos mulambos que Me seguem que nem eu sabia que tinha tanto fã mulambo! Comemorem mais uma vitoria roubada (sic)", postou Kleber. A segunda parte da mensagem foi apagada posteriormente.

“Vai dar a bunda seu merda (sic)”, disse Valdivia a um corintiano que o provocara. “troxa e vc De preocupa da tua namorada corno (sic)” e “e vcs tem libertadores? (sic)”, foram as respostas do atleta a outros.

Chute no vácuo e lesão
Valdivia deixou o gramado do Pacaembu ainda no primeiro tempo depois de sentir uma fisgada na parte anterior da coxa esquerda ao aplicar o seu famoso “chute no vácuo”. Em seu Twitter oficial, ele lamentou a lesão e se colocou como dúvida para o jogo de quinta-feira contra o Coritiba, pelas quartas de final da Copa do Brasil.

“Senti muita dor... Não dava nem pra tentar. Não sei se na quinta da para jogar”, postou Valdivia. “A dor é muito grande. Queria muito jogar o clássico e a perna me falhou”.

Reprodução
Palmeirense Valdivia discutiu individualmente com alguns corintianos após derrota de domingo

Leia tudo sobre: palmeirascorinthianscampeonato paulista 2011kleber

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG