Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Palmeiras vence o Bragantino por 3 a 0 e garante classificação

Com dois gols de Thiago Heleno e um de João Vítor, comandados de Felipão ficam na liderança provisória

Danilo Lavieri, iG São Paulo |

Com dois gols de Thiago Heleno e um de João Vítor, o Palmeiras venceu o Bragantino por 3 a 0 e tornou-se o primeiro time garantido na fase mata-mata do Paulistão. Com 35 pontos, o time de Felipão dorme na liderança do campeonato e torce para o São Paulo vencer o Corinthians no clássico de domingo para que o 1º lugar seja mantido.

O jogo foi bem travado, mas começou a ser decidido já aos 2 minutos do 1º tempo. Thiago Heleno bateu falta forte da intermediária e abriu o placar. A partir de então, as faltas deram o tom do jogo. O time do interior, que é o mais faltoso do Estadual, parava as jogadas com infrações e tornava a partida chata de ser assistida.

nullNa etapa final, o jogo continuou parado, com muitas infrações e a bola mais parava do que rolava. O Bragantino insistia nas jogadas aéreas e encontrou um Deola muito inspirado, que cortava todas as bolas que vinham por cima. Foi também por cima que o Palmeiras ampliou o placar, com Thiago Heleno, aos 35 minutos do 2º tempo. João Vítor, sete minutos depois, fez o terceiro com chute de fora da área.

Agora, o Palmeiras enfrenta o Santos no próximo domingo, às 16h, na Vila Belmiro. Marcos e Valdivia são possíveis reforços de Luiz Felipe Scolari. Já o Bragantino encara a Ponte Preta em casa no mesmo dia, mas às 18h30.

O jogo

Thiago Heleno nem deu tempo para a torcida se acomodar na arquibancada e já abriu o placar. Aos 2 minutos, o zagueiro pegou falta de muito longe e chutou muito forte. O goleiro Gilvan demorou um pouco para reagir e quando caiu no chão a bola já estava dentro de sua meta.

O gol acelerou o processo que já era esperado antes mesmo da bola rolar. O Bragantino fazia muitas faltas e, em uma delas, Everaldo tomou o cartão amarelo. Ele insistia em cometer faltas pesadas e acabou substituído na metade da etapa inicial, por Lopes.

AE
Zagueiro Thiago Heleno marcou duas vezes na vitória do Palmeiras no Canindé
O número de faltas, inclusive, tornava o jogo muito parado e pouco atrativo. O Palmeiras conseguia ameaçar na hora em que se livrava da bola de qualquer maneira para a correria de Adriano, mas não era eficiente. Já o Bragantino usava bastante das jogadas aéreas, mas encontrava um deola sempre bem posicionado, evitando qualquer perigo contra a sua meta.

O último lance de perigo do 1º tempo veio dos pés de Chico. De perna esquerda, de longe, o volante chutou e ainda contou com um desvio no meio do caminho para dificultar a defesa de Gilvan.

nullNo segundo tempo, os times voltaram sem substituições e o futebol ruim persistia. Vendo que seu time estava com poucas ações ofensivas, Felipão colocou Luan no lugar de Adriano. A mudança, no entanto, não surtiu efeito imediato, e a equipe continuava a sofrer para criar chances de gol.

A diferença é que, se no 1º tempo o Palmeiras sofria muitas faltas, no 2º, foi a vez do revide. O Bragantino continuava a cometer infrações, mas passou a sofrer bem mais. E era nessas chances que o time do interior tentava o empate. Sorte dos palmeirenses, que Deola, sempre bem colocado, conseguia afastar o perigo.

Depois de tanto afastar a bola usando a cabeçada, foi a vez de Thiago Heleno usar sua altura para aumentar o placar. Lincoln levantou a bola na área e o zagueiro conseguiu desviar para o fundo do gol, para garantir o triunfo no Canindé. Antes do fim do jogo, João Vítor ainda aumentou o placar aos 42 minutos com um chute de fora da área após boa jogada de Luan e Patrik.

FICHA TÉCNICA - PALMEIRAS 3 X 0 BRAGANTINO

Local: Estádio do Canindé, em São Paulo (SP)
Data: 26 de março de 2011, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Magno de Sousa Lima Neto (SP)
Assistentes: João Edilson de Andrade e Claudenir Donizeti Gonçalves da Silva (ambos de SP)
Assistentes adicionais: Vinicius Furlan e Leonardo Vinicius Pereira (ambos de SP)
Público: 10.460 pagantes
Renda: R$ 282.632,00
Cartões amarelos: Everaldo, Cristian, Junior Lopes e Carlinhos (BRA); Cicinho, Rivaldo e Patrik (PAL)

GOLS:
PALMEIRAS:
Thiago Heleno, aos 2 min do 1º tempo e aos 35 min do 2º tempo e João Vítor, aos 42 minutos do 2º tempo.

PALMEIRAS: Deola; Cicinho (João Vítor),Thiago Heleno, Leandro Amaro e Rivaldo; Chico, Márcio Araújo, Patrik e Lincoln; Kleber (Maurício Ramos) e Adriano Michael Jackson (Luan)
Técnico: Luiz Felipe Scolari

BRAGANTINO: Gilvan; Murilo, Carlinhos e Everaldo; Nêgo, Marcos Aurélio (Fabrício Carvalho), Éder, Cristian (Paulo Roberto), Rodriguinho; Marcelinho e Léo Jaime
Técnico: Marcelo Veiga

Leia tudo sobre: palmeirascampeonato paulista 2011bragantinoheleno

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG