Tamanho do texto

Com dois gols de Thiago Heleno e um de João Vítor, comandados de Felipão ficam na liderança provisória

Com dois gols de Thiago Heleno e um de João Vítor, o Palmeiras venceu o Bragantino por 3 a 0 e tornou-se o primeiro time garantido na fase mata-mata do Paulistão. Com 35 pontos, o time de Felipão dorme na liderança do campeonato e torce para o São Paulo vencer o Corinthians no clássico de domingo para que o 1º lugar seja mantido.

O jogo foi bem travado, mas começou a ser decidido já aos 2 minutos do 1º tempo. Thiago Heleno bateu falta forte da intermediária e abriu o placar. A partir de então, as faltas deram o tom do jogo. O time do interior, que é o mais faltoso do Estadual, parava as jogadas com infrações e tornava a partida chata de ser assistida.

nullNa etapa final, o jogo continuou parado, com muitas infrações e a bola mais parava do que rolava. O Bragantino insistia nas jogadas aéreas e encontrou um Deola muito inspirado, que cortava todas as bolas que vinham por cima. Foi também por cima que o Palmeiras ampliou o placar, com Thiago Heleno, aos 35 minutos do 2º tempo. João Vítor, sete minutos depois, fez o terceiro com chute de fora da área.

Agora, o Palmeiras enfrenta o Santos no próximo domingo, às 16h, na Vila Belmiro. Marcos e Valdivia são possíveis reforços de Luiz Felipe Scolari. Já o Bragantino encara a Ponte Preta em casa no mesmo dia, mas às 18h30.

O jogo

Thiago Heleno nem deu tempo para a torcida se acomodar na arquibancada e já abriu o placar. Aos 2 minutos, o zagueiro pegou falta de muito longe e chutou muito forte. O goleiro Gilvan demorou um pouco para reagir e quando caiu no chão a bola já estava dentro de sua meta.

O gol acelerou o processo que já era esperado antes mesmo da bola rolar. O Bragantino fazia muitas faltas e, em uma delas, Everaldo tomou o cartão amarelo. Ele insistia em cometer faltas pesadas e acabou substituído na metade da etapa inicial, por Lopes.

Zagueiro Thiago Heleno marcou duas vezes na vitória do Palmeiras no Canindé
AE
Zagueiro Thiago Heleno marcou duas vezes na vitória do Palmeiras no Canindé
O número de faltas, inclusive, tornava o jogo muito parado e pouco atrativo. O Palmeiras conseguia ameaçar na hora em que se livrava da bola de qualquer maneira para a correria de Adriano, mas não era eficiente. Já o Bragantino usava bastante das jogadas aéreas, mas encontrava um deola sempre bem posicionado, evitando qualquer perigo contra a sua meta.

O último lance de perigo do 1º tempo veio dos pés de Chico. De perna esquerda, de longe, o volante chutou e ainda contou com um desvio no meio do caminho para dificultar a defesa de Gilvan.

nullNo segundo tempo, os times voltaram sem substituições e o futebol ruim persistia. Vendo que seu time estava com poucas ações ofensivas, Felipão colocou Luan no lugar de Adriano. A mudança, no entanto, não surtiu efeito imediato, e a equipe continuava a sofrer para criar chances de gol.

A diferença é que, se no 1º tempo o Palmeiras sofria muitas faltas, no 2º, foi a vez do revide. O Bragantino continuava a cometer infrações, mas passou a sofrer bem mais. E era nessas chances que o time do interior tentava o empate. Sorte dos palmeirenses, que Deola, sempre bem colocado, conseguia afastar o perigo.

Depois de tanto afastar a bola usando a cabeçada, foi a vez de Thiago Heleno usar sua altura para aumentar o placar. Lincoln levantou a bola na área e o zagueiro conseguiu desviar para o fundo do gol, para garantir o triunfo no Canindé. Antes do fim do jogo, João Vítor ainda aumentou o placar aos 42 minutos com um chute de fora da área após boa jogada de Luan e Patrik.

FICHA TÉCNICA - PALMEIRAS 3 X 0 BRAGANTINO

Local: Estádio do Canindé, em São Paulo (SP)
Data : 26 de março de 2011, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Magno de Sousa Lima Neto (SP)
Assistentes : João Edilson de Andrade e Claudenir Donizeti Gonçalves da Silva (ambos de SP)
Assistentes adicionais: Vinicius Furlan e Leonardo Vinicius Pereira (ambos de SP)
Público : 10.460 pagantes
Renda : R$ 282.632,00
Cartões amarelos : Everaldo, Cristian, Junior Lopes e Carlinhos (BRA); Cicinho, Rivaldo e Patrik (PAL)

GOLS:
PALMEIRAS:
Thiago Heleno, aos 2 min do 1º tempo e aos 35 min do 2º tempo e João Vítor, aos 42 minutos do 2º tempo.

PALMEIRAS: Deola; Cicinho (João Vítor),Thiago Heleno, Leandro Amaro e Rivaldo; Chico, Márcio Araújo, Patrik e Lincoln; Kleber (Maurício Ramos) e Adriano Michael Jackson (Luan)
Técnico: Luiz Felipe Scolari

BRAGANTINO : Gilvan; Murilo, Carlinhos e Everaldo; Nêgo, Marcos Aurélio (Fabrício Carvalho), Éder, Cristian (Paulo Roberto), Rodriguinho; Marcelinho e Léo Jaime
Técnico: Marcelo Veiga