Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Palmeiras vence, mas vacila e não consegue eliminar Comercial-PI

Time paulista vencia por 2 a 0 até os 30 minutos do 2º tempo, mas recuou muito e sofreu gol de Rafael

Danilo Lavieri, iG São Paulo |

O Palmeiras bobeou e não conseguiu eliminar o jogo de volta na Copa do Brasil. Depois de ficar à frente no placar com um 2 a 0 até os 30 minutos do 2º tempo, o time de Felipão recuou e, com três volantes em campo, viu o Comercial-PI fazer o gol que garantiu a passagem para São Paulo da equipe nordestina para o jogo de volta da 1ª fase da Copa do Brasil.

O time paulista até que dominou o primeiro tempo. Foram 11 finalizações contra apenas três de seu adversário. O problema é que a falta de pontaria continuava a assombrar o time paulista. Tanto que o placar terminou no magro 1 a 0, com gol de Adriano Michael Jackson, que, diga-se de passagem, preferiu não dançar na comemoração.

No segundo tempo, o jogo continuava nas mãos do time de Felipão. Logo no primeiro minuto, Kleber dominou a bola que foi lançada por Cicinho em uma lateral e ampliou o placar. A partir daí, o time paulista parecia apenas controlar a partida e, por isso, foi castigado aos 29 minutos, quando Rafael diminuiu com gol de escanteio.

As tentativas de Felipão foram as entradas de Tinga e de Miguel nos lugares de Cicinho e Adriano. Não adiantou. A saída de Valdivia e a clara comodidade pela vitória parcial forçaram o segundo jogo.

Agora, o Palmeiras recebe o Comercial-PI no próximo dia 2 de março, às 21h50 no Pacaembu. Um empate dá a classificação ao time paulista. O time do Piauí precisa de uma vitória por dois gols de diferença ou vencer por um gol de diferença, desde que marque pelo menos três gols.

O jogo

A primeira boa chance do Palmeiras veio dos pés de Maurício Ramos, que tinha acabado de receber cartão amarelo por falta grosseira no adversário. Aos 12 minutos, em cobrança de escanteio, Danilo desviou a bola de cabeça e achou Kleber. O atacante fez o papel de pivô e rolou a bola para Maurício, que chutou travado e ganhou só o escanteio.

Cinco minutos depois, foi a vez de Kleber acertar o travessão de Neto após levantamento de Valdivia dentro da área. Até que aos 30 minutos, o chileno fez novo lançamento e achou Adriano Michael Jackson, que cabeceou no contrapé do goleiro Neto e tirou o zero do placar.

Aos 39 minutos, Thiaguinho recebeu belo passe de Binha e fez Bruno trabalhar pela primeira vez. O goleiro desviou chute que veio do lado esquerdo da grande área e ainda contou com a ajuda da trave para manter a vitória parcial no placar.

O segundo tempo nem bem começou e a torcida palmeirense já pôde comemorar. Cicinho cobrou lateral dentro da área, e Kleber dominou, protegeu do adversário e virou com um chute no canto direito do goleiro, ampliando o placar.

O gol abriu o caminho para o Palmeiras jogar no erro do adversário. Danilo e Patrik perderam chances em seguida, e Valdivia voltou até a dar o seu conhecido chute no ar. Quinze minutos depois, cansado, o chileno foi substituído por Chico, que passou a ser o terceiro volante em campo do Palmeiras.

O time recuou muito em campo, tentava apenas segurar o resultado e deu espaço para o Comercial do Piauí diminuir o placar. Rafael subiu mais alto que Cicinho e Maurício Ramos no escanteio para marcar o gol dos donos de casa.

Em seguida, para tentar voltar a abrir dois gols de vantagem, Felipão colocou Tinga e Miguel, mas não teve sucesso. O Comercial-PI terá a chance de entrar para a lista históricas de zebras da Copa do Brasil em São Paulo.

FICHA TÉCNICA - COMERCIAL-PI 1 x 2 PALMEIRAS

Local: Estádio Albertão, em Teresina (PI)
Data: 23 de fevereiro de 2011, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: José de Caldas Souza (DF)
Assistentes: Thiago Gomes Brigido e Arnaldo Rodrigues de Souza
Cartões amarelos: Maurício Ramos, Valdivia e Danilo (PAL); Binha, Alison, Crislan e Tiaguinho (COM)

GOLS
COMERCIAL-PI:
Rafael, aos 29 minutos do 2º tempo
PALMEIRAS: Adriano, aos 30 minutos do 1º tempo, Kleber, ao 1 minuto do 2º tempo

COMERCIAL-PI: Neto; Barata, Alison, Rafael e Thiago; Ivan, Evandro, Binha (Puxinha) e Izael; Tony e Zé Rodrigues (Crislan)
Técnico: Anibal Lemos

PALMEIRAS: Bruno; Cicinho (Tinga), Maurício Ramos, Danilo e Gabriel Silva; João Vitor, Márcio Araújo, Patrik e Valdivia (Chico); Adriano (Miguel) e Kleber
Técnico: Luiz Felipe Scolari

Leia tudo sobre: palmeirascopa do brasil 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG