Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Palmeiras traça programa especial para volta de Marcos

Ideia é fazer algo como o Corinthians fez com Ronaldo e poupar o goleiro em algumas partidas em 2011

Agência Estado |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237882556788&_c_=MiGComponente_C

O Palmeiras quer um 2011 bem diferente do que foi 2010. A começar pelo seu maior ídolo. Para que Marcos possa jogar sem correr o risco de sofrer contusões que o afastem por muito tempo do time, a comissão técnica montou um programa especial de treinamento e tomará cuidados especiais com o goleiro.

O objetivo é fazer Marcos estar em campo sempre na plenitude de sua forma e com o mínimo de desgaste possível. A estimativa da comissão técnica palmeirense é que o goleiro jogue de 70% a 80% dos jogos do time na próxima temporada - algo em torno de 45 a 55 partidas de um total próximo a 70 que o clube poderá disputar no ano que vem.

A ideia é fazer algo parecido com o que o Corinthians faz com Ronaldo, poupando-o de partidas menos relevantes para que ele esteja em plena forma e sem limitações para atuar nos jogos mais importantes do ano.

Para isso, a rotina de exercícios começará já nas férias do goleiro, que só voltará ao clube no próximo dia 3, junto com o restante do elenco, e continuará ao longo de toda a temporada. Para evitar que Marcos perca tempo se recondicionando a partir da estaca zero, ele manterá a forma durante o descanso com uma rotina planejada especialmente para ele. "Um cardápio para a alimentação foi feito pela nutricionista para que ele siga", contou o preparador de goleiros Carlos Pracidelli.

A principal preocupação da comissão técnica é fazer o goleiro ter uma carga de treinos compatível com sua idade e função. "Se os outros goleiros recebem 20 chutes a gol, ele vai receber dez, por exemplo", disse Paulo Zogaib, fisiologista do Palmeiras. "Além disso, ele sempre fará exercícios na sala de musculação e na fisioterapia como forma de prevenção a contusões", concluiu.

Com o fisioterapeuta José Rosan, Marcos manterá uma rotina de exercícios preventivos duas vezes por semana, podendo aumentar a frequência desse trabalho para todos os dias, conforme a época do ano e a necessidade do goleiro. O fisiologista conta que toda a rotina de preparação e manutenção de Marcos começará a partir das observações técnicas de Pracidelli. "O Carlão é o agente de identificação de problemas".

"Vou passar para o Felipão todas as possibilidades para ter o Marcos o máximo de tempo possível jogando", afirmou Pracidelli, acrescentando que o goleiro poderá ganhar mais folgas do que os outros jogadores do elenco para não se desgastar tanto.

Leia tudo sobre: campeonato brasileirofutebolpalmeiras

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG