Tamanho do texto

Marcos Assunção, Kleber e Marcos estão fora do jogo, mas pelo menos Rivaldo e Gerley foram liberados e Felipão estará de volta

selo

O Palmeiras já soma cinco jogos sem vitória - são três empates e duas derrotas - e vive uma grande crise interna. Para completar, terá alguns desfalques importantes para buscar reação na próxima rodada do Brasileirão , quando enfrenta o Figueirense , sábado, no Canindé, em São Paulo.

Palmeiras está em 12º na tabela. Veja a classificação do Brasileirão

Três dos principais jogadores do elenco palmeirense continuam fora do time. O volante Marcos Assunção sofreu uma luxação no ombro direito, o atacante Kleber foi afastado do grupo após discussão com o técnico Luiz Felipe Scolari e o goleiro Marcos deverá ser poupado novamente.

Além disso, o zagueiro Thiago Heleno recebeu o terceiro cartão amarelo na derrota para o Fluminense, no último domingo, e está suspenso - em seu lugar, deve entrar Maurício Ramos. Em compensação, o lateral-direito Cicinho tem retorno garantido ao time, após ter cumprido suspensão.

O volante Rivaldo e o lateral esquerdo Gerley foram julgados nesta segunda-feira pelo STJD por terem sido expulsos no duelo contra o Avaí, na Ressacada. Ambos estão liberados para defenderem o Palmeiras na partida de sábado, contra o Figueirense.

Mas o maior reforço palmeirense será mesmo o retorno de Felipão. O técnico não comandou o time no jogo do último domingo, porque viajou para Portugal, onde foi acompanhar o casamento do filho. Agora, porém, ele está de volta, para tentar a vitória sobre o Figueirense no sábado.

"É óbvio que a vaga para a Libertadores é muito difícil, mas não é impossível. Faltam nove jogos e temos de pensar jogo a jogo. Contra o Figueirense, não nos resta outra alternativa ao não ser vencer", avisou Murtosa, o auxiliar de Felipão que comandou o time no domingo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.