Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Palmeiras tem acordo verbal com Rede Globo para transmissão de TV

Assinatura de contrato, que deixa internet e celular sem detentor, acontece quando Tirone voltar ao Brasil

Danilo Lavieri, iG São Paulo |

O presidente do Palmeiras, Arnaldo Tirone, deixou o Brasil com o acerto verbal com a Rede Globo para a transmissão do Campeonato Brasileiro a partir de 2012. A assinatura de contrato ainda não aconteceu e só será feita quando ele voltar da Inglaterra, onde chefia a delegação da seleção brasileira durante amistosos.

O valor beira os R$ 70 milhões anuais e conta com um adiantamento de cerca de R$ 20 milhões já em 2011. O detalhe é que o contrato palmeirense não conta com todas as mídias. O acerto com a Globo inclui apenas a transmissão para TV aberta, para o canal fechado e para o pay-per-view, sendo que esses dois últimos itens ainda tem algumas pendências para serem resolvidas.

Internet e celular ficaram fora do acordo, o que torna o contrato diferente do fechado pelo Corinthians. A prática é usada como forma de justificar o valor menor do que o vínculo que o arquirrival fechou com a mesma emissora. No início das negociações, Tirone afirmava que não aceitaria nenhum tipo de acordo que tivesse um valor menor do que o de Corinthians e Flamengo.

No Parque São Jorge, os valores ainda não foram revelados, mas beira os R$ 100 milhões. O contrato feito entre time e emissora conta com todos os tipos de mídia e tem duração de quatro anos.

A Record chegou a conversar com o Palmeiras, mas como tem acontecido em todos os outros times, foi deixada de lado por causa da insegurança. Ninguém sabe ao certo quais são as condições da emissora de São Paulo para ser a detentora dos direitos. Além disso, há o medo de ver seus patrocinadores desvalorizados fora do canal que tem mais audiência.

Grêmio, Corinthians, Goiás, Coritiba, Santos, Vasco, Cruzeiro, Vitória e Sport já estão fechados de forma oficial com a Rede Globo. Apesar disso, o Clube dos 13 ainda disse que tem procuração para negociar com a emissora em nome de alguns desses clubes. O grupo afirmou que a negociação individual vai contra as determinações do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) e prometeu ações na Justiça.

Leia tudo sobre: palmeirasclube dos 13

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG