Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Palmeiras supera gramado encharcado, goleia e se classifica

Time de Felipão sofre mais com a chuva do que com rival e vai às oitavas; Kleber e Luan marcam na goleada

Danilo Lavieri, iG São Paulo |

O Palmeiras enfrentou mais dificuldades com o gramado castigado pela chuva do que com o adversário e conseguiu se classificar para as oitavas de final da Copa do Brasil. Com um placar de 4 a 0 em cima do Uberaba, os comandados de Felipão eliminam o adversário e dispensam o jogo de volta, que seria disputado em São Paulo. (Veja as fotos da vitória).

O adversário do Palmeiras nas oitavas será o vencedor do duelo entre Sampaio Corrêa e Santo André. Nesta quarta, o time maranhense fez 3 a 2, em São Luís. Pelo Paulistão, o Palmeiras enfrenta o São Caetano no domingo, às 16h.

O gramado completamente encharcado fez Felipão mudar sua equipe. Cicinho e Gabriel Silva, normalmente titulares, ficaram no banco de reservas. À frente, Luan ganhou a vaga e foi o destaque do jogo, com dois gols e outras boas jogadas em tentativa de gol. O terceiro e o quarto tentos foram marcados pelo seu companheiro de ataque, Kleber, que também perdeu outras tantas chances de ampliar o placar e também reclamou bastante do gramado ruim.

Valdivia foi outro jogador que se apresentou bem em campo. Mesmo com o gramado pesado, o chileno deu bons dribles, deu o passe para o gol do Kleber e só não foi dono de mais assistências por erros de seus companheiros. Deola precisou trabalhar três vezes e foi só.

AE
Kleber recebeu passe de Valdivia na área e marcou o terceiro do Palmeiras




O jogo
Com o gramado sem nenhuma condição de jogo, os dois times erravam muitos passes e viam a bola parar nas poças de água pelo gramado. O primeiro lance perigoso veio dos pés de Luan, aos 10 minutos do 1º tempo. O jogador chutou de longe e viu Fernando fazer boa defesa, colocando a bola para escanteio. Se soubesse o que viria no lance exatamente seguinte, o camisa 1 do Uberaba não teria comemorado tanto a defesa.

Na batida de escanteio, o mesmo Luan subiu mais alto que todos dentro da área e desviou para o fundo do gol, colocando o Palmeiras à frente no placar. O lance mostrou a todos que o único jeito de desenvolver um bom futebol era na jogada aérea. Aos 13 minutos, o Uberaba quase empatou também de cabeça, em boa jogada com Marcinho, que ganhou jogada pelo alto de Danilo no 1º pau. Deola só olhou.

Aos 22 minutos, Luan voltou a animar a boa torcida palmeirense presente em Uberaba. O atacante apareceu pela esquerda de campo após bom passe de Kleber, que acabara de perder duas chances em sequência. Com o pé esquerdo, Luan colocou a bola do outro lado do gol e deixou o Palmeiras em vantagem ainda maior.

AE
Luan marcou dois gols no primeiro tempo da partida

O mesmo Marcinho que quase chegou a empatar aos 13, deu trabalho para Deola aos 28. Ele dominou de fora da área, virou e deu bom chute à esquerda do goleiro, que se esticou todo para manter a vantagem de dois gols de diferença. Aos 31 minutos, Patrik poderia ampliar o placar depois de pegar rebote da zaga sozinho dentro da área. Mas ele acertou a arquibancada.

Quando os jogadores já começavam a ir para os vestiários, Valdivia dominou bola pela direita e achou Kleber dentro da área. O atacante teve a calma para parar, olhar o goleiro e escolher o canto onde iria colocar a bola. De leve, ele chutou no canto direito do goleiro e saiu para comemorar com a torcida.

No início do segundo tempo, Kleber perdeu mais um gol feito. Aos 8 minutos, Valdivia aproveitou saída de bola errada do Uberaba, carregou bola pela direita e tocou para o camisa 30. O atacante poderia escolher onde colocar a bola e acertou a placa de publicidade.

Aos 16, o camisa 30 recebeu novo passe que o deixou em ótimas condições de ampliar o placar. De carrinho, ele acertou novamente o mesmo local da tentativa anterior. Um minuto depois, Luan recebeu a bola de fora da área, passou por dois marcadores e acertou a trave direita de Fernando.

A partir daí o jogo ficou em clima morno, com o Palmeiras tentando bem menos amplicar o placar, e os donos da casa quase que entregues ao resultado. Mesmo perdendo por 3 a 0, os torcedores do Uberaba conseguiram gritar olé com uma pequena sequência de passes. Detalhes diferentes da Copa do Brasil. Aos 46 minutos, Kleber ainda recebeu passe de Márcio Araújo e ampliou o placar para 4 a 0.

FICHA TÉCNICA – UBERABA 0 X 4 PALMEIRAS
Local: Estádio Uberabão, em Uberaba (MG)
Data: 16 de março de 2011, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Pablo dos Santos Alves (ES)
Assistentes: Fabiano da Silva Ramires e Gelson Pimentel Rodrigues (ambos do ES)
Cartão amarelo: Balduíno, Gabriel e Rodrigão (UBE); Thiago Heleno e Chico (PAL)

GOLS:
PALMEIRAS
: Luan, aos 11 e aos 22 minutos do 1º tempo e Kleber, aos 42 minutos do 1º tempo e aos 46 minutos do 2º tempo

UBERABA: Fernando; Maurinho (Éder), Felipe, Rodrigão e Bruno; Balduino, Gustavo, Gabriel (Juninho Cearense) e Cristiano Brasilia (Hugo Alexandre); Marcinho e Cadu
Técnico: Nenê Belarmino

PALMEIRAS: Deola; Márcio Araújo, Danilo, Thiago Heleno e Rivaldo; Chico, Marcos Assunção (João Vitor), Patrik (Cicinho) e Valdivia (Vinícius); Kleber e Luan
Técnico: Luiz Felipe Scolari

Leia tudo sobre: palmeirasuberabacopa do brasil 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG