Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Palmeiras revela acordo para Wesley treinar e alfineta São Paulo

Presidente do clube diz que Werder Bremen autorizou exercícios do volante na Academia

Francisco De Laurentiis, iG São Paulo |

Nesta terça-feira, o volante Wesley , do Werder Bremen-ALE, voltou a dar as caras em um treino do Palmeiras - mesmo sem ter qualquer tipo de vínculo com a equipe. Segundo o vice-presidente alviverde, Roberto Frizzo, a equipe do Palestra Itália entrou em acordo com os alemães para que o meio-campista treine na Academia de Futebol enquanto a negociação prossegue e a campanha de crowdfunding (que visa arrecadar dinheiro entre os torcedores para viabilizar a contratação de Wesley) não acaba.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

"Houve um acordo com o Werder para que ele treinasse e mantivesse a forma. O fato de ele usar a camisa (de treino) do Palmeiras é normal, porque ele está treinando aqui, e, se tiver que voltar para a Alemanha, já volta em forma. Está tudo combinado para ele ser contratado, desde que se pague, e a campanha (de crowdfunding) busca viabilizar esse pagamento. O nosso parceiro, que é a torcida, que vai nos mostrar se apostamos certo ou errado", disse Frizzo.

REFORÇO: Palmeiras diz que não quer se endividar e pede "amor" para ter Wesley

Já Arnaldo Tirone, presidente do Palmeiras, aproveitou o assunto para dar até uma alfinetada no rival São Paulo : "O fato do Wesley já estar com o uniforme é um grande passo, quer dizer que ele está com um pé no Palmeiras. Tem um time que tem um Reffis para recuperar jogador, o cara coloca uniforme e acaba não ficando nesse time. O Wesley quer jogar no Palmeiras. Vamos ver a força da torcida", afirmou o mandatário. "Outros clubes de São Paulo já cogitaram fazer isso (campanha de crowdfunding), mas não conseguiram nem completar as exigências mínimas para iniciar o processo", completou Frizzo.

ÍDOLO: Marcos assina para ser "o cara" do marketing palmeirense

Francisco De Laurentiis
Tirone (esq) e Frizzo defenderam o programa de arrecadação de dinheiro entre os torcedores do Palmeiras
Tirone também aproveitou para se posicionar contra as críticas recebidas pelo programa de arrecadação de dinheiro. "O mais fácil era falar que não tem dinheiro e não vai mais contratar. Aí iam falar que o Palmeiras é incompetente. O Palmeiras é grande. Todo mundo falava que a gente estava sem patrocinador, mas ele veio. Em dezembro, falavam que a gente não tinha contratado ninguém, depois contratamos e os jogadores corresponderam. Não podemos ficar de braços cruzados. É um projeto ousado, e acreditamos que pode dar certo. Tem centenário do clube (em 2014), inauguração da Nova Arena, então temos que ter um time cada vez mais forte", comentou.

Ajude o Palmeiras a aumentar sua torcida virtual

Leia tudo sobre: PalmeirasArnaldo TironeRoberto FrizzoWesleyCrowdfundingSão Paulo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG