Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Palmeiras põe multa de R$ 136 milhões no contrato de Maikon Leite

Equipe paulista fica com medo de perder destaque do Campeonato Paulista e aumenta valor da rescisão

Danilo Lavieri, iG São Paulo |

Por segurança, o Palmeiras resolveu reformular o contrato com o atacante Maikon Leite. A multa, que antes girava em torno dos R$ 5 milhões, agora, chega a R$ 136 milhões para times do exterior. Para brasileiros, o valor é de R$ 60 milhões.

A mudança aconteceu por causa do medo do time de não contar com o jogador a partir do meio do ano. Destaque no Campeonato Paulista, Maikon Leite começou a despertar interesses de vários times, inclusive do exterior. E a multa de R$ 5 milhões não é considerada alta nem pelos brasileiros.

Até mesmo o Santos, time que o jogador tem contrato até fim de junho, poderia entrar na negociação para tentar segurar um dos artilheiros do Estadual.

Roberto Frizzo, vice-presidente de futebol do Palmeiras, desconversa quando o assunto é a multa rescisória. Para ele, o importante é que o jogador chegue ao Palestra Itália.

“Para mim, não é importante se a multa é x, y ou z. Eu quero que o jogador venha para cá e cumpra o contrato dele. Ele vem para o Palmeiras por causa de novos desafios profissionais e é isso que interessa”, disse o dirigente.

Empresários e clube preferiam que a mudança no acordo não fosse divulgada.

Leia tudo sobre: palmeirasmaikon leitesantos

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG