Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Palmeiras perde para o Mirassol e desperdiça chance de dormir líder

Após início ruim, time alviverde desperdiçou chances no 2º tempo e acabou levando castigo

Francisco De Laurentiis, iG São Paulo |

Jogando mal e com muita dificuldade na articulação de jogadas, o Palmeiras sofreu neste sábado sua primeira derrota como mandante no Campeonato Paulista -  a segunda de um grande para um clube do interior na temporada. A equipe alviverde foi surpreendida pelo Mirassol, que se fechou na defesa e aproveitou os contra-ataques para vencer por 1 a 0, gol do atacante Preto , aos 23 minutos do segundo tempo. Ainda adquirindo ritmo de jogo, o volante Wesley foi titular pela 2º vez e participou das melhores chances palmeirenses na partida, mas teve que sair por causa do cansaço. Armador do time no lugar do lesionado Valdivia , Daniel Carvalho começou mal e subiu de produção na etapa complementar, mas também teve atuação irregular.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

AE
Wesley criou boas chances, mas saiu no 2º tempo
Com o revés, o segundo no torneio, o Palmeiras estaciona nos 36 pontos e continua atrás dos rivais São Paulo (1º) e Corinthians (2º), que possuem 37 e jogam neste domingo. Já a equipe comandada por Ivan Baitello venceu um dos grandes paulistas na capital pela primeira vez na história. O time chegou a 21 pontos e subiu para a 9ª colocação do Estadual, se aproximando do G8. A distância para o Bragantino (último time da zona de classificação para as quartas de final), porém, ainda é de cinco pontos, sendo que o time alvinegro tem um jogo a menos.

Veja a classificação atualizada do Campeonato Paulista

Na próxima rodada do Campeonato Paulista, o Palmeiras -  que já está classificado para as quartas - viaja a Campinas para enfrentar o Guarani , que vive grande fase no Estadual. A partida está marcada para domingo (8), às 16h (horário de Brasília). Antes, porém, a equipe alviverde joga pela Copa do Brasil , quarta-feira, contra o Horizonte-CE, fora de casa. Já o Mirassol também atua fora de casa, mas no sábado. A equipe verde e amarela enfrenta o Ituano, no estádio Novelli Júnior, às 18h30.

O jogo
A partida começou um tanto sonolenta, com os times se estudando. Uma chegada mais incisiva só foi acontecer aos 10min, quando Barcos deu bonito drible pela direita e cruzou rasteiro. Wesley chegava em velocidade para marcar seu primeiro gol pelo Palmeiras, mas a zaga do Mirassol cortou. Bem recuada, a equipe do interior só ia à frente em contra-ataques, mas levou perigo aos 14min: o lateral Samuel recebeu livre pela direita e encheu o pé, assustando Deola . A resposta veio um minuto depois, em chute rasteiro de Wesley, que saiu por centímetros.

BRONCA: Palmeirenses reclamam de Mirassol "com 11 atrás" e "bobeadas" na zaga

Aos 21min, porém, o Mirassol também desperdiçou ótima chance: Sérgio Manoel roubou a bola e saiu cara a cara com o goleiro palmeirense. O volante, porém, preferiu tentar o gol ao invés de rolar para o meio, e acabou errando. Sem criatividade, o Palmeiras tinha muitas dificuldades para criar chances, e pouco assustava o veterano goleiro Fernando Leal . Barcos buscava jogo no meio, mas sem nenhum sucesso. E nos contra-ataques, a equipe do interior continuava perigosa. Aos 37min, Samuel recebeu rasteiro na área e chutou forte, mas Deola desviou de leve e salvou. Preto ainda exigiu boa defesa do arqueiro palestrino antes do fim da primeira etapa, que ficou mesmo no 0 a 0.

TREINADOR: Felipão vê vitória justa do Mirassol e diz que "nem Jesus Cristo" salvaria

Gazeta Press
Atletas do Mirassol comemoram o gol da vitória
As equipes voltaram sem alterações para a etapa complementar e o jogo pouco se alterou. O Palmeiras tinha muitas dificuldades para passar pela retranca do Mirassol, que buscava abrir o placar no contra-ataque. Em uma de suas raras chegadas, o time alviverde quase marcou aos 10min, quando Wesley dominou cruzamento e bateu cruzado. Fernando Leal rebateu e a zaga da equipe amarela espantou o perigo. No lance seguinte, o mesmo Wesley tentou de novo, para espalmada do arqueiro. No rebote, Daniel Carvalho chegou para escorar, mas foi travado em cima da hora.

MORAL: Apoiado nas ruas, Daniel Carvalho diz que não está "tão gordo"

Mas existe aquela velha máxima do futebol que decreta: quem não faz, leva. Aos 23min, o atacante Preto aproveitou sobre de bola, tirou o zagueiro com um drible de cabeça e tocou por cima de Deola para abrir o placar. O goleiro palmeirense ainda evitou que a equipe do interior ampliasse pouco depois, com duas boas defesas. O técnico Luiz Felipe Scolari mexeu e mandou a equipe à frente, para tentar pelo menos o empate, e se desesperou quando Maikon Leite invadiu a área pela direita e soltou a bomba, para grande defesa de Fernando Leal. O árbitro ainda deu três minutos de acréscimo, mas o time alviverde não conseguiu furar a meta do adversário.

FICHA TÉCNICA - Palmeiras 0 x 1 Mirassol
Campeonato Paulista 2012 - 17ª rodada
Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo-SP
Data: 31 de março de 2012, sábado
Horário: 18h30 (horário de Brasília)
Público: 8.502 torcedores
Renda: R$ 294.740,00
Árbitro: Márcio Roberto Soares
Assistentes: Eduardo Vequi Marciano e Maria Eliza Correia Barbosa
Cartões amarelos: Juninho (PAL); Henrique Dias e Fernando Leal (MIR)

GOL:
MIRASSOL: Preto, aos 23 minutos do segundo tempo

PALMEIRAS: Deola; Artur (Chico), Maurício Ramos, Henrique e Juninho; Márcio Araújo, João Vitor, Wesley (Ricardo Bueno) e Daniel Carvalho (Pedro Carmona); Maikon Leite e Barcos Técnico: Luiz Felipe Scolari

MIRASSOL: Fernando Leal; Samuel, Dezinho, Matheus e Willian Simões; Sérgio Manoel, Alex Silva, Acleisson e Xuxa; Preto (Borebi) e Henrique Dias (Malaquias) (Igor) Técnico: Ivan Baitello

Ajude o Palmeiras a aumentar sua torcida virtual

Leia tudo sobre: PalmeirasMirassolCampeonato Paulista 2012

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG