Tamanho do texto

Equipe catarinense vence por 2 a 1 neste sábado, no Canindé, e torcida protesta novamente

O Palmeiras foi derrotado pelo Figueirense por 2 a 1, neste sábado, no Canindé, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro . O resultado aumentou a crise no clube paulista. Os torcedores ficaram revoltados com a derrota e terminaram o jogo vaiando os jogadores e o técnico Luiz Felipe Scolari. O time perdia por 2 a 0 até os 47 minutos do segundo tempo, quando o atacante Ricardo Bueno descontou para o Palmeiras, mas não evitou a derrota e nem o protesto da torcida.

Figueirense sonha com G5, e Palmeiras teme degola. Veja a classificação

null

Depois de desfalcar o time na rodada passada por conta do casamento de seu filho, em Portugal, Felipão voltou ao banco do  Palmeiras . Já o atacante Kleber , que entrou em rota de colisão com o treinador, continua afastado do time.

Veja também: Felipão ignora torcida organizada e descarta “fugir” da capital

Após o duelo contra o Figueirense, o Palmeiras enfrentará o Atlético-MG no próximo domingo, às 18h (de Brasília) em Sete Lagoas, pela 32ª rodada da competição. No mesmo dia, os catarinenses jogam contra o Bahia , às 16h (de Brasília), em Florianópolis.

O jogo
O Palmeiras enfrentou muitos problemas para acertar a marcação contra o Figueirense, que apostava na velocidade para surpreendeu o time de Felipão. Foi assim que os catarinenses abriram o marcador no início da partida. Aos dez minutos, Wellington Nem invadiu a área pela direita e chutou forte no alto para fazer o gol.

Após o gol, o Figueirense apostou nos contra-ataques, mas priorizou a marcação. Já o Palmeiras só finalizou apenas uma vez ao gol no primeiro tempo. Aos 24 minutos, Valdivia cobrou falta e o goleiro Wilson desviou para escanteio.

LEIA MAIS: Ronaldo vai na onda de torcedor e ironiza Palmeiras no Twiter

Se não bastasse, o time de Florianópolis quase marcou o segundo o gol aos 34 minutos. Maicon recebeu a bola dentro da área e chutou forte para grande defesa de Deola. Mesmo voltando para o segundo tempo com Tinga no lugar de Maikon Leite, o Palmeiras não melhorou.

Desta forma, o Figueirense foi o primeiro a finalizar a gol. Após cruzamento, Julio César chutou de primeira e Deola fez a defesa. O Palmeiras arriscou um chute apenas aos 17 minutos. Luan tocou para Valdivia, que finalizou de perna direita, mas a bola desviou na zaga e foi para escanteio.

Twitter: Siga o iG Palmeiras e mantenha-se informado sobre o clube

Aos 28 minutos, Ricardo Bueno recebeu a bola na entrada da área, driblou o marcador e finalizou forte para boa defesa de Wilson. Para piorar a situação, Wellington Nem fez uma boa jogada pela esquerda e cruzou na área para Julio César, que marcou o segundo gol do Figueirense.

Após o segundo gol, o time catarinense apenas apostou nos contra-ataques e esperava os erros do Palmeiras, que ainda marcou um gol no último minuto de jogo, com Ricardo de Bueno, de cabeça, mas não evitou a derrota.

FICHA TÉCNICA – PALMEIRAS 1 X 2 FIGUEIRENSE

Local: Estádio do Canindé, em São Paulo (SP)
Data: 22 de outubro de 2011, sábado
Horário: 18 horas (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Assistentes: Janette Mara Arcanjo (MG) e Gilson Bento Coutinho (PR)
Cartões amarelos: Julio César (Figueirense)

Gols:
Palmeiras - Ricardo Bueno aos 47 minutos do segundo tempo
Figueirense- Wellington Nem aos dez minutos do primeiro tempo e Julio César aos 31 minutos do segundo tempo

PALMEIRAS: Deola; Cicinho (Rivaldo), Maurício Ramos, Henrique e Gabriel Silva; Chico, Márcio Araújo e Valdivia; Luan (Fernandão), Ricardo Bueno e Maikon Leite (Tinga)
Técnico: Luiz Felipe Scolari

FIGUEIRENSE: Wilson; Pablo, Roger Carvalho, Edson e Juninho (Coutinho); Jônatas (João Paulo), Túlio (Wilson Pittoni), Maicon e Elias; Wellington Nem e Júlio César
Técnico: Jorginho

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.