Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Palmeiras joga contra péssimo histórico na Arena da Baixada

Time venceu apenas uma vez em toda a sua história no estádio do Atlético-PR; vitória é fundamental para lutar pelo G4

Danilo Lavieri, iG São Paulo |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237861820091&_c_=MiGComponente_C

A Arena da Baixada não traz boas recordações para o Palmeiras. O time encontra o Atlético-PR nesta quinta-feira e precisa se livrar de um grande histórico negativo. Em nove partidas, a equipe paulista venceu apenas uma vez, perdeu quatro e empatou outra quatro. A única vitória veio justamente no ano passado, quando Diego Souza marcou os dois gols da vitória por 2 a 1 no Brasileirão.

O Atlético-PR também perdeu apenas uma vez em casa neste ano no Brasileirão. O Cruzeiro, que briga pelo título, foi o único time a deixar a Arena da Baixada com uma vitória por 2 a 0.

Os jogadores do Palmeiras sabem do desafio que encararão nesta quinta-feira. Márcio Araújo reconhece que terá dificuldades, mas afirmou que é necessário que tudo isso seja esquecido em nome da vitória e da manutenção pelo sonho do G4.

"Temos de buscar o nosso melhor, independente da situação. A Arena da Baixada tem uma pressão muito grande, o time deles vem melhor quando joga em casa, mas teremos de enfrentar isso", afirmou Márcio Araújo.

No total, Palmeiras e Atlético-PR se enfrentaram 38 vezes. Os paulistas venceram 20 vezes, os paranaenses, seis. E é justamente da melhor parte que Ewerthon se lembra. O atacante participou do jogo ainda este ano, quando o time do Palestra Itália eliminou o rival desta quinta-feira da Copa do Brasil.

"Particularmente, eu te digo que é um estádio que me dá boas lembranças. É um estádio bom de se jogar. É um calor bom. Empurra o time deles para frente, por isso, é um campo difícil e eles têm um objetivo parecido com o nosso. Vai ser um jogo difícil e sabemos que também poderemos vencer. O ambiente vai ser gostoso. E poder retornar a esse ambiente é um motivo de felicidade', afirmou Ewerthon, que deve ser opção de Felipão no banco de reservas após um mês e meio de recuperação de uma cirurgia no joelho.

Neste ano, além de ter vencido o jogo pela Copa do Brasil por 1 a 0, o Palmeiras também derrotou o Atlético-PR por 2 a 0 no Pacaembu, com gols de Ewerthon e Danilo.

Leia tudo sobre: campeonato brasileirofutebolpalmeiras

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG