Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Palmeiras joga bem, vence o Paulista e atinge a vice-liderança

Assunção, Kleber e Patrik marcam gols que põem o time de Felipão com mesmo número de pontos do Santos

Danilo Lavieri, iG São Paulo |

O Palmeiras venceu o Paulista por 3 a 1 nesta quinta-feira, no Pacaembu, acumulou sua terceira vitória seguida no Campeonato Paulista e, de quebra, chegou aos mesmos 10 pontos do líder Santos. A vantagem da equipe santista fica por conta do saldo de gols - 8 a 6 em favor do Santos. Marcos Assunção, Kleber e Patrik foram os autores dos gols palmeirenses, enquanto o zagueiro Maurício Ramos fez um gol contra em favor do time de Jundiaí.

nullA vitória foi convincente e mostra uma evolução clara do Palmeiras com as jogadas pelo chão. Apesar de ter contado com o gol de falta de Marcos Assunção, a equipe de Felipão conseguia trocar passes e criar jogadas perigosas com belas tabelas.

O primeiro tempo começou a tomar forma com a primeira boa jogada de Luan, que recebeu belo passe de Marcos Assunção. Depois, o volante aproveitou falta sofrida por Kleber para colocar o Palmeiras à frente. O atacante também foi responsável por aumentar o placar após receber passe de Rivaldo.

No segundo tempo, o Paulista ameaçou uma reação, mas Felipão mexeu na hora certa e praticamente definiu a vitória. Patrik entrou no lugar do sumido Dinei, deu uma nova dinâmica ao ataque palmeirense e ainda fez o terceiro gol da equipe.

Agora, o Palmeiras encara a Portuguesa no próximo domingo no Canindé às 17h. No mesmo dia, mas às 19h30, o Paulista, que continuou com 7 pontos, joga fora de casa contra o Linense.



O jogo
Logo no primeiro lance de jogo, Luan já quase abriu o placar. Depois de belo lançamento de Marcos Assunção, o atacante dominou a bola muito bem e colocou a bola à esquerda do goleiro Cristiano. Cinco minutos depois, o Paulista já respondeu. Rone Dias chutou da entrada da área, Marcos rebateu mal e, no rebote, Hernane foi travado por Cicinho na hora da finalização.

Depois disso, o Palmeiras passou a dominar o jogo e controlar até demais, deixando algumas brechas para o time de Paulista. O problema do time de interior é que o último passe foi sempre errado.

O caminho da vitória do Palmeiras estava definido: o lado esquerdo do campo. Luan fazia outra boa partida e ganhava o apoio de Rivaldo, que não foi tão mal no primeiro tempo. Aos 44, eles trocaram passes até a bola chegar em Kleber, que dominou a bola de maneira muito técnica dentro da área, para completar o chute e aumentar o placar.

nullNo início do segundo tempo, Rivaldo falhou, deixou a bola nos pés de Baiano. O experiente jogador chutou forte e cruzado, da direita para esquerda, levando perigo ao gol de Marcos. Percebendo um crescimento do adversário, Felipão resolveu melhorar o setor de criação colocando Patrik no lugar de Dinei.

E a alteração funcionou. Em um lance seguinte, Cicinho saiu frente a frente com Cristiano, driblou o goleiro e caiu reclamando de pênalti. Dois minutos depois, foi a vez de Kleber errar uma cabeçada na entrada da área e agitar a torcida.

Depois de melhorar nitidamente a qualidade de seu time, Patrik resolveu faz um novo gol, assim como fez contra o Oeste. Depois de receber bom passe de Cicinho, ele viu a bola subir e acertou um grande chute de direita, colocando a bola no mesmo canto do goleiro.

Hernane, ao 31 minutos, finalmente colocou Marcos à prova e se deu mal. O goleiro fez uma bela ponte e quase garantia a vitória sem tomar gols. Até que Maurício Ramos jogou contra a sua própria meta. Ele tentou afastar a bola, desviou de canela e colocou para dentro da sua meta.

FICHA TÉCNICA – PALMEIRAS 3 x 1 PAULISTA

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 27 de janeiro de 2011, quinta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Vinicius Furlan
Assistentes: Giulliano Neri Colisse e Fabio Rogério Baesteiro
Público: 6.853 total (6113 pagantes)
Renda: R$ 190.452,00
Cartões amarelos: Bruno Formigoni (PAU); Kleber (PAL)

GOLS:
PALMEIRAS: Marcos Assunção, aos 19 min do 1º tempo, Kleber, aos 44 min do 1º tempo, e Patrik, aos 21 minutos do 2º tempo
PAULISTA: Maurício Ramos (contra), aos 33 minutos do 2º tempo

PALMEIRAS: Marcos; Cicinho, Maurício Ramos, Danilo e Rivaldo; Márcio Araújo, Marcos Assunção (João Vitor) e Tinga (Vitor); Luan, Kleber e Dinei (Patrik)
Técnico: Luiz Felipe Scolari.

PAULISTA: Cristiano; Eli Sabiá, João Paulo e Cléber (Fabiano); Bruno Formigoni, Fábio Gomes, Baiano (Felipe Pinto), Rone Dias e Marquinhos; Barboza (Carlão) e Hernane
Técnico: Fernando Diniz

Leia tudo sobre: palmeiraspaulistapaulistão

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG