Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Palmeiras faz terapia em grupo para transformar Pacaembu em casa

Jogadores e dirigentes unificam discurso e relembram glórias do passado conquistadas no estádio municipal

Danilo Lavieri, iG São Paulo |

Desde que decidiu jogar no Pacaembu, o Palmeiras faz “terapia em grupo” para deixar de lado o fato do Corinthians ser considerado o “dono” do estádio por jogadores do próprio elenco, como Valdivia e Kleber. Assim que anunciada a decisão na última segunda-feira, o vice-presidente de futebol do clube, Roberto Frizzo, fez questão de destacar títulos e toda a história do clube no local.

Na terça, foi a vez de Deola . O goleiro destacou os títulos conquistados por sua equipe no estádio municipal e afirmou que vai se sentir em casa, principalmente pelo fato de 95% da torcida vestir a camisa verde e branca.

“Em um jogo como esse, vai estar todo mundo apoiando. Às vezes, acontece algum erro, algum murmuro, mas a torcida sempre vai empurrar o time. O time adversário sente muito e isso ajuda muito a nossa equipe. A casa cheia, com a maioria palmeirense, vai ajudar muito”, destacou o camisa 22.

Algumas estatísticas são usados como forma de reforçar a “terapia”. O clube é o que mais conquistou títulos na história do Pacaembu. São 25 taças levantadas, sendo que o primeiro aconteceu em 1940, quando venceu o Corinthians pela Taça Cidade de São Paulo. O último triunfo também foi em cima do arquirrival e é inesquecível para todos os palmeirenses: o Brasileirão de 1994.

Na ocasião, o Palmeiras venceu por 3 a 1 no primeiro jogo, com dois gols de Rivaldo e um de Edmundo. Na volta, Rivaldo voltou a marcar no empate por 1 a 1. O título, inclusive, foi o último Brasileiro conquistado pelo time.

AE
Torcida do Palmeiras lotou o Pacaembu na partida de volta contra o Santo André, pela Copa do Brasil

“Pacaembu é da prefeitura, é de São Paulo. Hoje estamos sem casa, mas foi um lugar que o Palmeiras ganhou muito. É um aproveitamento de mais de 60% jogando no Pacaembu, foi campeão em 1994, campeão da inauguração do Pacaembu”, lembrou o jogador.

Assim como o goleiro lembrou, o Palmeiras tem um aproveitamento de 68% dos pontos disputados nas 1419 partidas que disputou lá. São 853 vitórias. Os números tornam o Pacaembu a segundo casa do time, atrás apenas do número de jogos disputados no Palestra Itália.

Dando ombros para tudo isso, os dirigentes corintianos comemoram a escolha por dois motivos: colocaram a opção de jogar no Morumbi para escanteio e consideram que jogarão em casa, apesar de contar com apenas dois mil torcedores. Novas polêmicas sobre quem manda mais no Pacaembu devem acontecer após o jogo deste domingo, válido pela semifinal do Paulista e marcado para 16h.

Milton Trajano
O atacante Kleber, o presidente Arnaldo Tirone e o técnico Felipão divergem sobre o Dérbi do Pacaembu

Leia tudo sobre: palmeirasdeolacorinthianspacaembu

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG