Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Palmeiras esquece vantagem para evitar repetição de tragédia

Time paulista pode até se classificar com derrota, mas prefere buscar uma vitória no Pacaembu

Gazeta Esportiva |

AE
Wellington Paulista está disponível, mas tem poucas chances de começar jogando
O Palmeiras carrega uma vantagem confortável no confronto contra o Santo André. Para carimbar a vaga nas quartas de final da Copa do Brasil, o time do técnico Luiz Felipe Scolari pode até sair de campo derrotado por 1 a 0. Ainda assim, o elenco está convicto que não pode relaxar no compromisso de volta contra o time do ABC Paulista, nesta quinta-feira, às 16 horas, no Pacaembu.

"Nós vamos entrar em campo como se o placar estivesse 0 a 0", decreta o volante Marcos Assunção. "Não vamos entrar pensando na vantagem que conquistamos no jogo de ida", emenda.

A postura cuidadosa tem uma explicação até certo ponto psicológica. No fim do ano passado, o Palmeiras passou por uma situação semelhante contra o Goiás, na Copa Sul-americana. No jogo de ida, venceu fora de casa por 1 a 0. Na volta, a equipe sofreu um verdadeiro apagão e acabou eliminada com o Pacaembu lotado.

O técnico Luiz Felipe Scolari espera que o grupo tenha aprendido a lição que abriu uma grande ferida entre os torcedores. "Aquela eliminação diante do Goiás foi um exemplo. Era uma situação tranquila e perdemos. Precisamos estar preparados, com uma cabeça boa, sabendo que só nós podemos fazer o resultado", avisa.

O Santo André ainda carrega outra semelhança com o 'fantasma' Goiás: recentemente passou por um rebaixamento (no Paulistão). O clube do ABC traz, todavia, alguns perigos, segundo a análise de Marcos Assunção. "Precisamos de cuidado nas bolas paradas. Os zagueiros do nosso rival cabeceiam bem", analisa.

Na escalação palmeirense, Felipão faz mistério. O treinador pode optar por uma formação ofensiva, com o trio Luan, Kleber e Wellington Paulista, ou um meio-campo pegador, com a entrada de João Vitor. A certeza é que Valdívia retorna de contusão, enquanto Patrik e Lincoln estão vetados.

No Santo André, o clima piorou depois do rebaixamento à Série A-2 do Campeonato Paulista. No treino de terça-feira, os meias Chiquinho e Aloísio tiveram uma discussão forte e só não trocaram socos porque foram separados pelos companheiros. A diretoria promete uma punição aos brigões.

Ao técnico Sandro Gaúcho resta a missão de buscar uma surpresa. O esquema do Santo André ainda está indefinido (3-5-2 ou 4-4-2). A principal novidade deve ser a presença de Borebi no ataque titular.

FICHA TÉCNICA: PALMEIRAS x SANTO ANDRÉ

Local: Estádio do Pacaembu
Data: 21 de abril de 2011, quinta-feira
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Assistentes: Carlos Nogueira Junior e Anderson Moraes Coelho (ambos SP)

PALMEIRAS: Deola; Cicinho, Thiago Heleno, Danilo e Rivaldo; Marcos Assunção, Márcio Araújo, Tinga (João Vitor) e Valdívia; Kleber e Luan (Wellington Paulista)
Técnico: Luiz Felipe Scolari

SANTO ANDRÉ: Neneca; Iran, Anderson, Sandoval e Dênis; Wallax (João Paulo), Magno, Chiquinho (Mário Jara) e Aloísio; Richely e Borebi
Técnico: Sandro Gaúcho.

 

Leia tudo sobre: PalmeirasCopa do Brasil 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG