Derrota para o São Caetano em casa no Paulistão do ano passado mexeu com toda a temporada palmeirense

No retrospecto diante do São Caetano, o Palmeiras leva vantagem tanto em confrontos gerais (14 vitórias, contra oito derrotas e três empates) quanto só no Paulistão (seis triunfos contra três derrotas). O último encontro com o adversário das 16h (de Brasília) deste domingo, porém, acabou definindo toda a temporada do clube em 2010.

No Campeonato Paulista de 2010, o time do ABC goleou por 4 a 1 no Palestra Itália, gerou a demissão de Muricy Ramalho e Antonio Carlos Zago, então no São Caetano, foi contratado pelo Verdão. Como o ex-zagueiro também não convenceu, Luiz Felipe Scolari foi contratado para montar uma equipe que já estava perdida no Brasileirão.

Evitar uma nova surpresa do adversário é a principal ordem dos palmeirenses que entrarão em campo neste domingo no Estádio Anacleto Campanella. "Sabemos que os últimos jogos contra o São Caetano foram tremendamente negativos para nós", comentou Felipão.

Uma derrota causaria uma queda brusca na equipe que começou a 14ª rodada do Estadual dividindo a liderança do Paulistão com São Paulo, Corinthians e Santos e ganhou ainda mais confiança com a vitória por 4 a 0 sobre Uberaba, na quarta-feira, pela Copa do Brasil, superando um campo cheio de poças eleito por alguns do elenco "o pior já encontrado na carreira".

A escalação que goleou no interior mineiro, entretanto, sofrerá mudanças. Como não deve encontrar um gramado tão pesado, o Verdão terá novamente Cicinho na lateral direita e Gabriel Silva na esquerda, com Márcio Araújo reassumindo seu posto no meio-campo na proteção à zaga e Adriano Michael Jackson no ataque.

Atacante Kleber estará entre os titulares do Palmeiras diante do São Caetano
Gazeta Press
Atacante Kleber estará entre os titulares do Palmeiras diante do São Caetano
O principal desfalque será Valdivia, mais uma vez vetado por dores musculares na coxa esquerda. E é na vaga do Mago o segredo de Scolari para definir a estratégia da equipe. O mais provável é que Luan, autor de dois gols em Uberaba e com atuação bastante elogiada, entre em campo para formar um trio de atacantes com Kleber e Michael Jackson. Existe também a possibilidade de Tinga começar o jogo.

Do outro lado, o São Caetano tem poucas dúvidas. O técnico Ademir Fonseca contará novamente com o lateral esquerdo Bruno Recife e o volante Ricardo Conceição, que já cumpriram suspensão, e não deve inovar na equipe que ainda sonha com a classificação para as quartas de final do Paulistão.

A única ordem é esquecer o último embate com o Palmeiras, já que apenas o goleiro Luiz, o lateral direito Artur, o zagueiro Anderson Marques e o lateral esquerdo Bruno Recife estiveram naquela goleada e continuam no elenco.

"O Palmeiras tem grandes jogadores e só com muita superação poderemos conquistar um bom resultado. É uma partida decisiva, que vai definir nosso futuro na competição. Os três pontos podem embalar nosso time. E os jogadores sabem disso. Confio neles", apostou o treinador do São Caetano.

FICHA TÉCNICA
SÃO CAETANO X PALMEIRAS

Local: Estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul (SP)
Data: 20 de março de 2011, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Guilherme Ceretta de Lima (SP)
Assistentes: Celso Barbosa de Oliveira e Carlos Alberto Funari (ambos de SP)
Assistentes adicionais : Aurélio Sant`anna Martins e Philippe Lombard (ambos de SP)

SÃO CAETANO: Luiz; Artur, Jean Rolt, Anderson Marques e Bruno Recife; Ricardo Conceição, Erandir, Augusto Recife e Aílton; Eduardo e Antônio Flávio
Técnico: Ademir Fonseca

PALMEIRAS : Deola; Cicinho, Danilo, Thiago Heleno e Gabriel Silva; Márcio Araújo, Marcos Assunção e Patrik; Luan (Tinga), Kleber e Adriano Michael Jackson
Técnico: Luiz Felipe Scolari

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.