Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Palmeiras empata por 2 a 2 contra o XV de Piracicaba em amistoso

Com gols de Luan e Dinei, equipe de Felipão cedeu empate aos 41 minutos do segundo tempo no interior

iG São Paulo |

O Palmeiras ficou só no empate no jogo amistoso contra o XV de Piracicaba. Depois de sair perdendo e conseguir a virada com gols de Luan e Dinei, o time de Felipão cedeu o gol da igualdade aos 41 minutos do segundo tempo e ficou no 2 a 2 com a equipe interiorana. Os gols da equipe da casa foram marcados por Paulinho e Adilson.

Apesar do resultado, o Palmeiras mostrou uma evolução com a bola no chão, e, aparentemente, se livrou da dependência das bolas paradas de Marcos Assunção. Kleber mostrou muita disposição no ataque, soube trabalhar como pivô, assim como Vitor, que mostra certa evolução na hora de atacar. Lincoln, que substituiu Valdivia, também deu mostras de que estará melhor nessa temporada.

O estádio Barão de Serra Negra recebeu 6.103 pagantes e a renda foi de R$ 11.760,00. Desse total, 60% ficará com o XV de Piracicaba e o restante com o Palmeiras. Agora, o time da capital joga contra o Botafogo de Ribeirão Preto às 19h30 deste sábado no Pacaembu na estreia do Paulistão.

O jogo

O time que entrou em campo foi seguinte: Marcos (Bruno); Vítor (Pierre), Danilo (Gualberto), M. Ramos (L. Amaro) e Rivaldo (Luis Felipe); Márcio Araújo (Bruno Oliveira), M. Assunção (Bruno Turco), Tinga (Patrik) e Lincoln (Tadeu); Luan (Vinicius) e Kleber (Dinei).

No primeiro tempo, o Palmeiras começou tomando um susto. Logo aos 3 minutos, Vinicius cruzou da direita nas costas de Rivaldo e achou Paulinho livre dentro da área. Sozinho, o jogador do XV de Piracicaba deu de cabeça no canto esquerdo de Marcos, abrindo o placar para o delírio da pequena torcida local.

André Cunha, que inclusive já teve passagem pelo Palmeiras, dava muito trabalho para os marcadores palmeirenses. As jogadas do time de Felipão aconteciam, mas a dificuldade na hora de concluir dificultava o empate. Até que, aos 15 minutos, Marcos Assunção deu belo lançamento para a belíssima conclusão de Luan, que empatou o jogo.

A partir daí, o Palmeiras tomou conta do jogo e teve até um gol anulado de Lincoln depois de rebote do chute de Rivaldo. Kleber mostrava muita disposição, animava o torcedor e foi até vítima de uma entrada dura que gerou confusão. Na saída para o vestiário, o silêncio acabou e jogadores reclamavam das dificuldades pelo lado esquerdo com o desfalque de Gabriel Silva.

Na etapa final, Felipão mudou metade da equipe, colocando Pierre, Leandro Amaro, Patrik e Vinicius nos lugares de Vitor, Maurício Ramos, Tinga e Luan. O domínio do time da capital continuou. Aos 8 e aos 13 minutos, Lincoln e Marcos Assunção perderam boas chances de colocar seu time à frente do placar.

Aos 15 minutos, Felipão fez mais mudanças. Marcos Assunção, Danilo, Rivaldo, Lincoln e Kleber saíram para as entradas de Bruno Turco, Gualberto, Luis Felipe, Tadeu e Dinei. Foi logo depois disso que Éverton levou o primeiro susto para a meta palmeirense, cabeceando por cima da trave.

Felipão seguia fazendo testes. Márcio Araújo deixou o campo para a entrada de Bruno Oliveira. Um minuto depois da substitução, Dinei recebeu bom passe de Luis Felipe e conseguiu reverter a situação. Era o gol que garantia a tranquilidade e a segunda vitória em dois dias na pré-temporada palmeirense.

Até os 41 minutos do segundo tempo, Adilson recebeu sozinho dentro da área, driblou fácil o marcador e empatou a partida.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG