Time de Felipão ainda não venceu fora de casa e tentará quebrar tabu neste Brasileirão em 2011

Tentando voltar a vencer após somar apenas um ponto nos últimos dois jogos, o Palmeiras tem vários desafios pela frente nesta quarta-feira, contra o Figueirense, às 21h50, no Orlando Scarpelli. O primeiro deles é vencer fora de casa, coisa que não aconteceu no Brasileirão. Além disso, o adversário ainda não perdeu jogando nos seus domínios, com quatro vitórias e dois empates.

Para piorar a situação, as explicações para os detalhes que dificultam a vitória fora de casa não são conclusivas. Nenhum jogador sabe especificar o motivo para o péssimo desempenho, de apenas 20% quando o time joga como visitante. No início da semana, Márcio Araújo limitou-se a dizer que o triunfo estaria próximo. Na terça, foi a vez de Deola tentar se explicar.

Siga o Twitter do iG Esporte e receba as notícias do seu time em tempo real

“Tem uma forma, uma postura que pode não dar certo. Às vezes, sei lá, você precisa ajeitar um pouco a forma. Não digo que é padrão, são coisas que não encaixaram, nossa postura é mais defensiva, para sair em contra ataque prejudica mais fora de casa”, disse o camisa 22.

A tese, no entanto, não tem tanta sustentação, uma vez que os visitantes sempre têm mais facilidades para jogar fora de casa, especialmente pela teórica obrigação dos donos de casa em irem atrás da vitória. Por isso, o goleiro tentou se explicar novamente.

Deola volta a ser o titular no gol do Palmeiras
AE
Deola volta a ser o titular no gol do Palmeiras

“Essa é a nossa forma de jogar, temos um time bem forte na defesa. Só que quando a gente joga fora de casa, a gente está mais difícil de acertar o contra ataque. Jogamos bastante no Canindé e no Pacaembu e já acertamos a forma de jogar. Jogando fora, a gente não está conseguindo concluir. Por ter um time mais ofensivo fora de casa, é onde a gente tem a dificuldade”, finalizou.

Explicações à parte, o Palmeiras não terá Marcos, que será poupado, e pode ter a estreia de Gerley, o que colocaria Rivaldo no banco de reservas. Nos treinos, Felipão também treinou com Wellington Paulista no lugar de Luan, mas é difícil imaginar que essa troca aconteça, especialmente pela chuva de elogios que o treinador não cansa de fazer.

Coloque seu time em 1º lugar no ranking da Torcida Virtual do iG Esporte

Do outro lado do campo, o Figueirense vem de um empate contra o América-MG, fora de casa, e mostra confiança para manter o desempenho de invencibilidade dentro de casa até agora.

“Sabemos da qualidade do Palmeiras, mas temos que entrar para vencer. Nosso time tem qualidade e confiamos no nosso grupo”, disse Maicon.

FICHA TÉCNICA – FIGUEIRENSE X PALMEIRAS

Local : Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Hora: 21h50 (de Brasília)
Data : 27 de julho de 2011
Árbitro : Alicio Pena Júnior (MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Fabrício Vilarinho da Silva (GO)

FIGUEIRENSE: Wilson; Bruno, João Paulo, Edson Silva e Juninho; Ygor, Túlio, Maicon e Fernandes; Rhayner e Aloísio
Técnico: Jorginho

PALMEIRAS : Deola; Cicinho, Maurício Ramos, Thiago Heleno e Gerley (Rivaldo); Márcio Araújo, Marcos Assunção e Valdivia; Maikon Leite e Luan; Kleber
Técnico: Luiz Felipe Scolari

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.