Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Palmeiras define primeiro novo diretor da categoria de base

Jair Jussio, conselheiro vitalício, será um dos novos diretores; reformulação atingirá outros setores do clube

Danilo Lavieri, iG São Paulo |

A reformulação dos mais variados departamentos no Palmeiras atingiu a base. Os diretores Francisco Haroldo de Araujo, Lourival Silvestre, e o coordenador técnico, Marcos Antonio Biasotto, deixaram seus cargos. A única definição é de que Jair Francisco Tadeu Jussio, que é conselheiro vitalício, assume um dos postos de diretor. Outros dois conselheiros devem ser convidados para formarem a diretoria.

Na prática, Jair ficará por um tempo como único diretor e ocupará, inclusive, o cargo que era de Biasotto. Mas isso ainda vai mudar.

Como manda o estatuto do Palmeiras, nenhum diretor é remunerado. O posto de Biasotto, no entanto, deverá ser ocupado por alguém já qualificado para a função e que terá remuneração menor do que a dele. Nomes de coordenadores de base de times do interior são estudados.

Um dos motivos para a demissão de Biasotto, além do salário considerado alto pela diretoria, foi uma discussão com Roberto Frizzo, vice-presidente de futebol da equipe profissional. Oficialmente, o mandachuva do futebol do time principal fala apenas em contenção de gastos.

A reformulação com objetivo de cortar gastos deve atingir outros departamentos e várias pessoas que são remuneradas pelo Palmeiras correm o risco de serem avisadas da saída nos próximos dias.

Assessoria de imprensa, segurança, funcionários do clube e também da Academia de Futebol estão sendo chamados por diretores para uma “prestação de contas”. Eles explicam a sua função dentro do clube para, depois, serem analisados pela diretoria. O principal argumento para uma possível demissão é, sempre, o custo-benefício. Eles negam qualquer justificativa política na hora da rescisão do contrato. E nem sempre isso é verdade.

Outros contratos grandes também estão sendo analisados. Desde os vínculos com a Fiat, Tim e outros patrocinadores do time, até o acordo com a WTorre para a Arena estão passando por uma análise profunda. Os próximos dias devem ser de muitas novidades no Palmeiras.

Leia tudo sobre: palmeirasbasedirigentevitalíciojussioreformulação

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG