Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Palmeiras defende invencibilidade de dois anos contra o Santos

Time da capital não perde um jogo para oponente praiano desde o meio de abril de 2009

Danilo Lavieri e Samir Carvalho, iG São Paulo |

O Palmeiras entra em campo neste domingo para iniciar o que poderá ser chamado de tabu. Há cinco jogos sem perder para o Santos, a equipe do Palestra Itália desafia os meninos da Vila Belmiro pela 17ª rodada do Paulistão para manter a liderança do campeonato.

A última vitória santista no encontro foi no dia 18 de abril de 2009, quando o jogo valia pela semifinal do Estadual daquele ano. O jogo, que foi no Palestra Itália, terminou com triunfo da equipe praiana, com direito a show de Neymar e Madson.

De lá para cá, foram cinco jogos e nenhuma derrota palmeirense. Primeiro um empate por 1 a 1 não trouxe tantas emoções. No Brasileirão daquele mesmo ano o time que tinha o então treinador Muricy Ramalho venceu de virada por 3 a 1 com gols de Diego Souza, de cabeça, Robert e Vagner Love.

No Paulistão do ano passado, o encontro terminou no eletrizante 4 a 3. Robert foi o salvador da pátria, mas o jogo ficou marcado pelo “Armeretion” que os jogadores do Palmeiras dançaram após um dos gols. No Brasileiro da temporada passada, a vitória por 2 a 1 no Pacaembu teve Murtosa na beira do campo e Felipão na cabine. No 2º turno, empate por 1 a 1, com o Palmeiras saindo à frente no placar.

“Para a gente isso não muda nada. A hora que a gente entra em campo, a gente esquece tabu, esquece problema, esquece tudo. Isso não importa em nada antes de a gente começar o jogo”, disse o especialista em batida de faltas Marcos Assunção.

Leia tudo sobre: palmeirassantoscampeonato paulista 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG