Clube começa a pensar na renovação de patrocinadora e finaliza acerto para as lojas licenciadas

O departamento de marketing do Palmeiras começa nesta semana as conversas para a renovação do patrocínio com a Unimed Seguros, que vale até dezembro de 2011. A empresa paga uma quantia que gira em torno de R$ 4 milhões para colocar a sua

marca na barra traseira da camisa (também no calção) e também na camisa de Luiz Felipe Scolari .

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores


A empresa de seguros é uma das que mais ativa seu patrocínio usando o Palmeiras. Recentemente, a Unimed patrocinou um quadro na “Rádio Bandeirantes” contando a história do clube em pequenos capítulos de até um minuto e também lançou um pacote destinado ao torcedor que daria parte do lucro para a agremiação esportiva.

Marca se destaca na camisa de Luiz Felipe Scolari
Futura Press
Marca se destaca na camisa de Luiz Felipe Scolari

Siga o Twitter do iG Palmeiras e receba as notícias do seu time em tempo real

Além disso, o departamento jurídico do Palmeiras também começará nesta quarta-feira a conversar com o jurídico da Meltex, empresa escolhida para abrir as lojas licenciadas do clube. Com um contrato que o diretor de marketing, Rubens Reis, diz ser um dos maiores do futebol brasileiro, o anúncio de acordo depende deste passo e também do aval da Adidas.

A escolha pela Meltex gerou certo desconforto interno, uma vez que várias pessoas que participaram do processo preferiam a SPR, que foi concorrente na licitação por causa de sua experiência. Como o iG mostrou no fim de setembro, houve até confusão em uma reunião do COF (Conselho de Orientação e Fiscalização) por causa da tentativa de mudar a proposta em cima da hora, após a abertura dos envelopes com os valores.

No Palmeiras , a briga política acabou superando os relatórios do marketing, que apontavam para a SPR. De um lado, a ala política preferia a Meltex e dizia que a SPR tinha influência da família Del Nero no setor jurídico. Marco Polo Del Nero Filho é um dos diretores de marketing e nega isto. Do outro, os que preferiam a SPR, acusavam a Meltex de ter a influência do ex-presidente Mustafá Contursi, já que o representante da empresa é seu ex-assessor de imprensa Olivério Júnior. Os dois também negam esta possível influência. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.