Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Palmeiras bate o Atlético-GO e mantém invencibilidade no Canindé

Maikon Leite e Marcos Assunção marcam os gols da vitória do time de Felipão na 7ª rodada de Brasileirão

Danilo Lavieri, iG São Paulo |

nullO Canindé continua sendo o lugar em que o palmeirense mais gosta de assistir aos jogos do seu time. Nesta quinta-feira, o Palmeiras venceu o Atlético-GO por 2 a 0, com gols de Maikon Leite e Marcos Assunção , manteve a invencibilidade de sete jogos no local e voltou ao G4. Com 14 pontos, o time ocupa agora a 3ª colocação do Brasileirão, atrás de Corinthians e São Paulo . O Atlético-GO segue em 15º, com sete pontos.

O triunfo que recolocou o time de Felipão entre os melhores foi construído inteiramente na etapa inicial. O domínio da bola foi quase que completamente da equipe paulista, mas os gols demoraram a sair. O primeiro veio aos 27 minutos, com o estreante Maikon Leite, que aproveitou passe de Márcio Araújo para sair comemorando. Seis minutos depois, Marcos Assunção converteu pênalti sofrido por Gabriel Silva e praticamente garantiu a vitória.

Siga o Twitter do iG Palmeiras e receba as notícias do seu time em tempo real



Na etapa final, o Palmeiras apenas administrava a vantagem e trabalhava mais na base das bolas paradas e contra-ataques do que em propriamente aumentar o placar. Marcos fez uma boa defesa, mas o Canindé seguiu como o lugar em que o Palmeiras não sofreu um gol em 2011.

Fora de campo, o jogo também ficou marcado pela ausência de Kleber, que não superou as dores na coxa, assistiu ao jogo dos camarotes e manteve a esperança dos flamenguistas em contar com seu futebol. Ele ainda foi flagrado alheio ao jogo bem na hora em que Maikon Leite abriu o placar e se irritou .

Coloque seu time em 1º no ranking da Torcida Virtual do iG Esporte

Agora, o Palmeiras enfrenta o América-MG na próxima quinta-feira, às 21h, em Sete Lagoas. O Atlético-GO vai até o Rio de Janeiro para enfrentar o Botafogo, às 19h30 também da quinta-feira.

O jogo
O time do Palmeiras começou bem melhor no 1º tempo. Tinha grande domínio da posse de bola, não via seus zagueiros trabalharem, mas não conseguia assustar Márcio. A tentativa que arrancou o primeiro grito da torcida veio dos pés de Marcos Assunção, que bateu bola de fora da área e exigiu boa defesa do goleiro adversário.

O gol foi acontecer aos 27 minutos. Márcio Araújo fez bela jogada, tocou para Maikon Leite no bico da grande área. Ele chutou cruzado e abriu o placar, para a comemoração do bom número de torcedores presentes no Canindé. Seis minutos depois, Marcos Assunção aproveitou pênalti sofrido por Gabriel Silva e ampliou a vantagem. O Palmeiras transformava o nítido domínio em campo em vantagem no placar.

Pouco antes do apito final, Wellington Paulista recebeu belo passe pela direita, entrou na área e chutou cruzado. A bola bate no pé da trave direito. Seria um golaço.

No 2º tempo, o Atlético-GO voltou um pouco melhor, mas não o suficiente para diminuir o placar. Marcos fez uma boa defesa após chute cruzado de dentro de sua área. Exatamente nesse lance, Lincoln sentiu dores e pediu para sair. Tinga fez sua volta aos gramados após um certo tempo afastado por causa da polêmica com a DIS.

Maikon Leite seguiu como destaque. Ele fez ótima jogada pela esquerda do campo e chutou forte. Márcio fez a defesa em dois tempos e quase deu a chance de Wellington Paulista para desencantar com a camisa do Palmeiras. No lance seguinte, foi a vez de Gabriel Silva quase ampliar a vantagem.

No últomo lance de perigo do jogo, Cicinho recebeu belíssima bola de Maikon Leite pela direita e ficou cara a cara com Márcio. Ele chutou cruzado, mas viu o goleiro manter a diferença de 2 a 0 no placar defendendo com o pé.

FICHA TÉCNICA - PALMEIRAS 2 x 0 ATLÉTICO-GO

Local: Estádio do Canindé, em São Paulo (SP)
Data: 30 de junho de 2011, quinta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Nielson Nogueira Dias (PE)
Assistentes: Erich Bandeira (Fifa-PE) e Wilton José Lins da Silva (PE)
Cartão amarelo: Bida, Rafael Cruz e Tinga (ATL) Luan (PAL)
Renda: R$ 242.709,00
Público: 9.450 pagantes

Gols:
PALMEIRAS
: Maikon Leite, aos 27 minutos do 1º tempo, Marcos Assunção, aos 33 minutos do 1º tempo

PALMEIRAS: Marcos; Cicinho, Maurício Ramos, Thiago Heleno e Gabriel Silva; Marcos Assunção (Chico), Márcio Araújo e Lincoln (Tinga); Luan e Maikon Leite (Adriano); Wellington Paulista
Técnico: Luiz Felipe Scolari

ATLÉTICO-GO: Márcio; Adriano (Juninho), Gílson, Anderson e Thiago Feltri; Agenor, Pituca, Bida e Vítor Júnior (Élvis); Marcão (Rafael Cruz) e Anselmo
Técnico: Paulo César Gusmão

Leia tudo sobre: palmeirasatlético-gobrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG