Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Palermo marca gol 300 pelo Boca, que termina Apertura em 11º

Estudiantes se sagrou campeão argentino. Vencedor da Copa Sul-Americana, Independiente terminou como lanterna da competição

Gazeta Esportiva |

Em má fase no futebol argentino, o tradicional Boca Juniors realizou um campeonato para esquecer na primeira metade de 2010. A equipe encerrou nesta segunda-feira a sua participação no Torneio Apertura com um empate por 1 a 1 com o Gimnasia y Esgrima, e terminou a competição apenas na 11ª colocação. Um alento foi o recorde de Martín Palermo, que anotou o seu gol de número 300 com a camisa azul e amarela.

O time atuou em plena Bombonera contra a equipe de La Plata, com o gol de Palermo no começo da partida, aos quatro minutos. O empate veio logo aos 26, com Neira, decretando o resultado final do jogo que coroou a decepcionante campanha do time no Campeonato Argentino.

O Boca somou 25 pontos na competição, vindo de sete vitórias, quatro empates e oito derrotas.  O Estudiantes, que foi o campeão, encerrou o Apertura com 45 pontos, e o campeão da Copa Sul-Americana, Independiente, foi o último, ainda com uma partida a se fazer.

Especula-se que o ídolo Diego Maradona, ex-técnico da seleção argentina, possa assumir o cargo de treinador após o desempenho do time de Buenos Aires. Claudio Borghi se demitiu ainda em novembro, e Roberto Pompei assumiu, sem conseguir mudar os rumos do clube na segunda metade de 2010.

Leia tudo sobre: argentinafutebol internacional

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG