Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Palermo demite técnico antes do início do Italiano

Segundo time italiano a demitir o treinador antes da temporada, Palermo agora procura técnico para a estreia

AE |

selo

O Campeonato Italiano começa apenas no dia 9 de setembro, mas o Palermo já se tornou o segundo clube da primeira divisão do país a demitir seu treinador nesta temporada. Seguindo o exemplo do Cagliari, que dispensou Roberto Donadoni no dia 12 de agosto, a equipe anunciou a saída de Stefano Pioli, nesta quinta-feira.

A demissão aconteceu após um desentendimento entre Pioli e o presidente do clube, Maurizio Zamparini. O mandatário, aliás, é conhecido por não ter muita paciência com treinadores. Em 24 anos no esporte - já foi presidente do Venezia -, esta foi a 36ª demissão anunciada pelo dirigente.

Agora, Zamparini já anunciou que espera poder recontratar o antecessor de Pioli, Délio Rossi, que deixou o Palermo em julho, após entrar em acordo com a diretoria. Enquanto isso não acontece, o time será comandado pelo técnico das divisões de base, Devis Mangia.

A demissão do treinador é uma resposta do clube às críticas dos torcedores, que não ficaram satisfeitos com as negociações durante a pré-temporada. A equipe perdeu o goleiro Salvatore Sirigu , para o Paris Saint-Germain, os defensores Cesare Bovo , para o Genoa, e Matia Cassani , para a Fiorentina, o meia Antonio Nocerino, para o Milan, e o atacante Javier Pastore , também para o Paris Saint-Germain.

Cheio de desfalques, o Palermo espera conseguir acertar a contratação de um novo técnico antes da estreia no Campeonato Italiano. Na segunda rodada - a primeira foi adiada pela greve dos jogadores -, a equipe enfrentará a Inter de Milão , no próximo dia 11 de setembro, em casa.

Leia tudo sobre: futebol mundialitáliapalermo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG