"Sempre espero mais dele. Poderia ter feito oito gols em quatro jogos", cobrou ele, que está no Peru

Principal destaque e artilheiro do Sul-Americano sub 20 com sete gols em quatro jogos, Neymar está convencendo a quase todos com a camisa da seleção brasileira. O pai do atacante do Santos, que também se chama Neymar, parece ser o único que ainda não está satisfeito com o camisa 7.

"Sempre espero mais dele. Poderia ser melhor ainda: oito gols em quatro jogos", cobrou ele, que chegou a Arequipa na noite desta segunda-feira e esteve presente no estádio para ver de perto os dois gols e a assistência do filho na goleada por 5 a 1 sobre o Chile .

Enigmático, "Neymar pai" não quis revelar o motivo, mas prometeu ter uma conversa mais séria com o garoto. "Ele já sabe mais ou menos do que se trata. Mas isso eu vou conversar depois, somente com ele", revelou, ao site oficial da Confederação Brasileira de Futebol.

O jogador, que está prestes a completar 19 anos, se disse acostumado com os conselhos e broncas do pai, mas negou insatisfação. Segundo ele, o tratamento e a proteção que recebe são importantes para sua carreira e só trazem benefícios.

Líder do hexagonal pelo saldo de gols, o Brasil ainda tem quatro jogos até o fim do torneio. Se chegar à marca de 11 gols, Neymar iguala o maior artilheiro em uma só edição da competição: o colombiano Hugo Rodallega, que atingiu o feito em 2005.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.