calor da torcida brasileira - Futebol - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Ovacionada, Marta agradece calor da torcida brasileira

Estreia da seleção feminina no Torneio Internacional Cidade de São Paulo levou 3.653 torcedores ao Pacaembu na noite de quinta-feira

Gazeta Esportiva |

O talento de Marta é cada vez mais reconhecido pelo público brasileiro. Prova disso foi a estreia do Brasil no Torneio Internacional Cidade de São Paulo, contra o México, nesta quinta-feira. A cada toque da camisa 10 na bola, os torcedores se levantavam e faziam festa nas arquibancadas do Pacaembu, cientes de que ali estava a melhor jogadora do mundo.

"Quem não gosta de sentir o calor da torcida? As pessoas vêm às dez horas da noite para ver o futebol feminino, sendo que a maioria delas precisa trabalhar no dia seguinte. Para nós isso é muito gratificante", vibrou a meia-atacante, agradecendo o apoio dos 3.653 presentes.

O carinho foi retribuído com passes de efeito, um chapéu, muita raça e dois gols de pênalti, que deram à seleção brasileira a vitória por 3 a 0. A proximidade com a torcida verde-amarela vai durar até o dia 6 de fevereiro de 2011, quando termina seu recém firmado contrato de empréstimo com o Santos.

"Estou contente, apesar de ser por um curto período. Será bem lucrativo estar no Brasil e poder jogar um pouco mais por aqui antes de voltar para os Estados Unidos. Só de sentir o calor do povo brasileiro já será uma grande coisa", declarou ela, que disputará um torneio internacional em Araraquara com a camisa do Peixe, além de amistosos para divulgar o nome do clube e o esporte.

Fazer com que a modalidade seja cada vez mais reconhecida, aliás, é um dos principais objetivos da Rainha Marta. "Não sabemos quanto tempo vai durar esse entusiasmo. Nós trabalhamos para que quando a gente pare de jogar, tenha uma geração que dê continuidade. Por isso temos que ter estrutura, para que as meninas possam se manter em atividade".

Considerada um "fenômeno" pelo técnico Kleiton Lima, do Santos e da seleção brasileira, Marta ganhou as últimas quatro edições do prêmio Fifa de melhor jogadora do ano. Em 2010, ela concorre novamente, desta vez com as alemãs Fatmire Bajramaj e Birgit Prinz.

Leia tudo sobre: futebol feminino

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG