Equipe divide liderança do grupo 1 e parte mais tranquila para partida contra o Santos na Libertadores

Neste sábado, o Inter conseguiu um bom início no segundo turno do Campeonato Gaúcho e, ao mesmo tempo, confiança para enfrentar o Santos na próxima quarta-feira, pela Libertadores. Com gols de Oscar e Leandro Damião, a equipe cumpriu sua meta diante do Ypiranga e venceu por 2 a 1 no Beira-Rio.

Deixe seu recado e comente esta matéria com outros torcedores

A vitória deixa o Inter na liderança do grupo 1 com os mesmos três pontos do São José, que bateu o Lajeadense em casa por 1 a 0 neste sábado – gol de Kleber aos dois minutos de jogo. Também pela primeira rodada da Taça Farroupilha, Avenida bateu o Caxias, campeão do primeiro turno e já garantido na decisão estadual, por 1 a 0 e lidera o grupo 2, chave do Grêmio.

Confira a classificação do Campeonato Gaúcho

Dona de campanha frustrante na Taça Piratini – caiu nas quartas de final para o arquirrival Grêmio, com técnico interino, no Beira-Rio –, a equipe de Dorival Júnior saiu na frente aos 29 minutos do primeiro tempo, em falta cobrada por Oscar. Antes do intervalo, Anderson Santos empatou, aos 32, mas Leandro Damião garantiu a vitória aos 15 da etapa final.

O Inter volta a campo pelo torneio estadual no próximo sábado, às 21 horas (de Brasília) em visita ao Santa Cruz. Já o Ypiranga, que ainda não venceu neste Campeonato Gaúcho, busca a recuperação para sonhar com a classificação às quartas de final no dia seguinte, em casa, diante do Juventude.

Oscar abriu o placar para o Inter no primeiro tempo do duelo
Fotocom
Oscar abriu o placar para o Inter no primeiro tempo do duelo

O jogo

Com seus principais jogadores em campo, o Inter teve dificuldades para superar a marcação imposta pelo Ypiranga no início da partida. O time tocava a bola de um lado a outro em busca de espaço para conseguir arrematar, mas os visitantes tinham mais êxito em sua estratégia.

Até que Oscar apareceu. Aos 29 minutos do primeiro tempo, o meia, pivô de briga judiciária para voltar ao São Paulo e que já manifestou sua vontade de seguir vestindo a camisa colorada, cobrou falta com precisão no ângulo esquerdo do goleiro Fernando Vizzotto.

Bolatti disputa jogada pelo alto com o rival do Ypiranga
Fotocom
Bolatti disputa jogada pelo alto com o rival do Ypiranga

O gol foi um alívio. Que durou pouco. Somente três minutos depois da abertura do placar, o zagueiro Anderson Santos aproveitou bola alçada por Ederson e testou nas redes de Muriel, conseguindo um empate que agradava bastante ao Ypiranga, disposto a somar mesmo que fosse um ponto no Beira-Rio.

Para o segundo tempo, Dorival mexeu no time, trocando Bolatti por Nei e João Paulo por Dátolo. A entrada do argentino tornou-se fundamental para a conquista dos três pontos. O reforço contratado no início desta temporada dava mais alternativas para desmontar o ferrolho do adversário.

A consequência do novo cenário ocorreu aos 15 minutos. Elton chegou à linha de fundo e recuou para Leandro Damião. O artilheiro teve duas oportunidades de chutar e, na segunda, encontrou as redes, dando mais tranquilidade para que sua equipe pudesse descansar pensando no Santos.

O problema foi o Ypiranga, que mudou totalmente sua postura. Por mais de meia hora, a equipe visitante passou a buscar a posse de bola para entrar com velocidade na área colorada. Quando conseguiu superar Rodrigo Moledo, zagueiro com presença firme neste sábado, o Ypiranga pecou nas próprias finalizações. 

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 2 X 1 YPIRANGA

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre
Data: 3 de março de 2012, sábado
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Roger Goulart (RS)
Assistentes: Sedenir Martins e Antônio César Padilha (ambos do RS)
Cartões amarelos: Elton, Bolatti e Dátolo (Inter); Jefferson, Pansera e Almeida (Ypiranga)

Gols:
INTERNACIONAL: Oscar, aos, 29 minutos do primeiro tempo; Leandro Damião, aos 14 minutos do segundo tempo
YPIRANGA: Anderson Santos, aos 32 minutos do primeiro tempo

INTERNACIONAL: Muriel; Elton, Bolívar, Moledo e Kleber; Bolatti (Nei), Sandro Silva, Oscar e João Paulo (Dátolo); Dagoberto (Marcos Aurélio) e Leandro Damião
Técnico: Dorival Júnior

YPIRANGA: Fernando Visotto; Jefferson, Anderson Santos, Éder Gaúcho e Cléber; Pansera (Lucas Silva), Almeida, Evandro e Ederson (Mateus Magro); Tiago Duarte e Bergson (Rodrigo Jesus)
Técnico: Leocir Dall’astra

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.