Mário, Saimon e Neuton têm a parceria de Rafael Marques no Brasileirão

A defesa é o setor que mais mudou no Grêmio . Gabriel, Rafael Marques, Rodolfo e Gilson formavam uma linha experiente e com laterais ofensivos.

Entre para a Torcida Virtual do Grêmio e convide seus amigos

Twitter iG Grêmio: Notícias e comentários em tempo real

Não deu certo. Gols, falhas em excesso e lesões mudaram a configuração. Só Rafael Marques permaneceu tendo Saimon como parceiro de zaga e Mário e Neuton nas "beiradas" do campo. Nos últimos dois jogos, a nova formação de Renato Gaúcho não sofreu gols . Qual o segredo?

Amizade, juventude e entrosamento. É o que Saimon, 20 anos, e Neuton, 21, relataram nesta segunda-feira.

"Temos uma relação de amigo e não apenas profissional. Assim, a gente se sente à vontade para cobrar um do outro. Há um bom entrosamento. Quando o Renato colocou a ideia de escalar a gurizada algumas pessoas desconfiaram, mas os resultados estão aparecendo", opinou Saimon.

Nas categorias de base, ele foi companheiro de Neuton e conquistaram o Brasileirão Sub-20 em 2009. São natuarais de Erechim e se conheceram aos 11 anos. Mário, 21, chegou depois. Este dois, zagueiros de origem, atuam improvisados nas laterais, o que reforça o poder de marcação.

"Lúcio e Gabriel jogam mais para frente. Eu e o Mário somos zagueiros de origem, isso dá mais segurança para os colegas. Até o Fábio Rochemback ganha mais espaço para atacar. Isso é bom, e espero me manter por ali", concluiu Neuton.

O Grêmio volta a treinar na manhã desta terça-feira. No sábado, visita o São Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.