Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Ortigoza luta para ser mais que "talismã" do segundo tempo

Atacante tem entrado bem na etapa final e tenta conquistar uma posição no disputado ataque cruzeirense

Frederico Machado, iG Belo Horizonte |

O estreante da noite no Cruzeiro era o centroavante Brandão. Mas quem roubou a cena foi o paraguaio Ortigoza, que entrou na segunda etapa e definiu a vitória cruzeirense por 2 a 1. O atacante deu o passe para o primeiro gol de Wallyson e ainda deixou sua marca, com um toque de categoria.

Siga o iG Cruzeiro no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Ortigoza entrou na partida no lugar de Brandão, que mostrou cansaço na segunda etapa. O jogador revelou que Cuca pediu para ele ter atenção com a linha de impedimento da defesa adversária. “Eles estavam fazendo a linha de impedimento. O professor Cuca leu bem o jogo e me colocou para entrar em velocidade. Pude entrar bem e ajudar o time”, explicou Ortigoza.

O atacante já tem dois gols na Libertadores, já que tinha marcado também na segunda etapa na vitória sobre o Guaraní,no Paraguai. “Estou entrando e tentando fazer meu trabalho. O Cuca está me dando confiança e estou procurando aproveitar as chances. Atacante tem sempre que tentar marcar seu gol”, disse o paraguaio.

Apesar da vantagem conquistada no primeiro jogo, Ortigoza pediu concentração no jogo da volta, em Sete Lagoas. “Temos que ter a cabeça fria, pois o jogo da volta será complicado também. Eles virão para cima tentando reverter isso de qualquer maneira”, finalizou.
 

Leia tudo sobre: CruzeiroCopa Libertadores 2011Ortigoza

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG